Rodoviários anunciam greve por tempo indeterminado a partir de quarta, caso proposta de aumento não seja aceita - Fato Amazônico

Rodoviários anunciam greve por tempo indeterminado a partir de quarta, caso proposta de aumento não seja aceita

Caso não haja um acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos do Amazonas (Sinetram), em relação a data base, os rodoviários irão cruzar os braços na quarta-feira (29), e os trabalhadores amazonenses que dependem do transporte coletivo deverão ter que dar um jeito para ire trabalhar. O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus (STTRM) publicou comunicado informando que caso não haja um acordo entre as partes, 70% do transporte será paralisado.

Nesta terça-feira (28), os rodoviários sentam com os empresários e de acordo com o vice-presidente do sindicato, Josildo Oliveira, até o momento nada foi acertado.

Josildo disse que, desta vez eles esperam uma proposta melhor por parte dos empresários para evitar uma greve por tempo indeterminado no transporte coletivo. Os sindicalistas estão pedindo um aumento salarial de 20% para a categoria.

“Se chegar a 10%, nós fechamos o acordo. Eles, dentro de outra conversa, nos ofereceram 8%, mas querem que a gente abra mão da insalubridade e da PLR (Participação dos Lucros e Resultados), coisas que jamais faremos”, disse o sindicalista.