Samu tem reforço de profissionais treinados em primeiros socorros nas motolâncias - Fato Amazônico

Samu tem reforço de profissionais treinados em primeiros socorros nas motolâncias

A Secretaria Municipal de Saúde, reforçou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com a chegada da Copa do Mundo de 2014, para garantir o atendimento seguro de urgência e emergência à população, tanto em dias de jogos, como no dia a dia.

Ontem de manhã, formou a primeira turma de Estágio de Técnica de Pilotagem de Motolâncias, com 23 profissionais técnicos de Enfermagem e um enfermeiro. A solenidade aconteceu no 7º Batalhão da Polícia do Exército, na Ponta Negra.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão, parabenizou a parceria do Exército Brasileiro na preparação dos condutores das motolâncias. “É uma alegria ver o ótimo resultado do trabalho do Samu em parceria com as Forças Armadas, no trabalho de atender milhares de pessoas salvando vidas”, afirmou o secretário.

Na solenidade, Homero agradeceu ao comandante geral da Amazônia, general Guilherme Theophilo, e ao comandante do 7º Batalhão da Polícia do Exército, tenente-coronel Paulo Tadeu Pena.

“O Exército foi fundamental na preparação dos nossos profissionais. Em um atendimento de emergência, cada minuto sem socorro acarreta em 10% de complicações ao estado de saúde do paciente. Por isso, a chegada rápida do Samu é fundamental para salvar vidas. Assim, quando uma ambulância é acionada, uma motolância a acompanha, chegando na frente e prestando os primeiros socorros. Assegurar a saúde e a vida das pessoas são as prioridades do prefeito Arthur Virgílio Neto e o reforço de capacitação dos nosso profissionais, demonstra o empenho da Prefeitura de Manaus em proteger a nossa população em casos de urgência”, afirmou.

O tenente-coronel Paulo Tadeu disse que os policiais do Exército estão à disposição para contribuir com a saúde, principalmente porque têm experiência em motos, fazendo escoltas de autoridades do Estado e da Presidência da República.

“Essa formatura dos profissionais do Samu me deixou muito feliz, orgulhoso e satisfeito. O Samu deve ser olhado com respeito, porque são profissionais envolvidos no que há de mais nobre, que é salvar vidas”, destacou o militar.

Hugo de Oliveira Moura foi um dos primeiros a receber o certificado do curso. Ele é o primeiro enfermeiro da Região Norte a fazer o curso de motoqueiro socorrista do Samu.

“Sou o pioneiro e fiz questão de participar porque a minha satisfação é poder ajudar as pessoas, atuando nos primeiros socorros, o que é fundamental para resgatar uma vida”, salientou.

Entre o conteúdo programático do curso, que aconteceu entre 05 e 09 de maio, os condutores das motolâncias tiveram aula sobre mecânica e manutenção básica de motocicletas, técnica de pilotagem e abordagem, de incidentes em urgência, legislação de trânsito, direção defensiva e preventiva.

“A eficácia do serviço oferecido vai além da rapidez no atendimento. As motos conseguem ter acesso a lugares em que as ambulâncias, às vezes, não chegam. Não há obstáculos que sejam difíceis de serem transpostos”, disse Homero de Miranda Leão.

Segundo o gerente do Samu, Enzio Monteiro, o Samu possui hoje quatro motolâncias e mais dez estão em processo de licitação para aquisição. Além disso, a Prefeitura de Manaus receberá de doação mais dez motos da empresa Moto Honda.

“Durante a Copa, deixaremos 14 motos à disposição para qualquer eventualidade nos jogos esportivos, com duas equipes de sete profissionais que estarão a postos para atender a população”, contou.