Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – O Grand Parque Central, local da partida desta terça-feira entre Nacional e Santos, pela Libertadores, é um estádio histórico. Foi ali que o Brasil fez sua primeira partida em Copas do Mundo, quando perdeu para a extinta Iugoslávia por 2 a 1 em 1930. O estádio é acanhado, capaz de receber 26 mil pessoas, com um gramado duro e irregular em que a bola fica sempre viva. Esse caldeirão é o maior motivo de preocupação do Santos no jogo que pode definir a classificação antecipada para a próxima fase. 

O Santos chega tranquilo à quinta rodada da competição num grupo que comanda com folga, com 9 pontos, quatro a mais que o próprio Nacional. Uma vitória classifica o time santista. Se houver empate no outro jogo grupo, entre Real Garcilaso e Estudiantes, o time da Vila pode avançar com um empate.

“O campo é emblemático pela história, mas o gramado favorece o jogo deles de força, de cruzamento. Vai ser um jogo pesado e difícil. Mas temos estratégia para conseguir classificação”, afirmou o técnico Jair Ventura.

No ano passado, o treinador, que ainda treinava o Botafogo, conseguiu uma vitória suada pelas oitavas de final. “O Nacional vem em um momento bom. Eles conseguiram uma goleada na Libertadores, estão bem no Campeonato Uruguaio e brigam com a classificação com o Santos”, disse o treinador.

O time uruguaio começa nesta terça-feira uma semana decisiva para definir o primeiro semestre. Está a uma vitória de garantir o título uruguaio e perto de encaminhar a vaga nas oitavas da Libertadores.

Para a partida, o técnico Jair Ventura tem duas dúvidas na escalação. Para a zaga, o treinador tem como opções Gustavo Henrique e Luiz Felipe para o lugar de Lucas Veríssimo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. No ataque, com Eduardo Sasha machucado, o treinador deve optar por Copete. “Estamos aqui com a mentalidade para conseguir a classificação. Será um jogo difícil, mas podemos vencer em qualquer arena”, disse o colombiano.

FICHA TÉCNICA

Nacional x Santos

Nacional: Conde; Espino, Polenta, Brícolla e Jorge Fucile; Oliva, Rodriguez, Zunino e Viudez; Bueno e Bergessio.

Técnico: Alexander Medina

Santos: Vanderlei; Daniel Guedes, Luiz Felipe, David Braz e Dodô; Alison, Léo Cittadini e Jean Mota; Copete, Gabigol e Rodrygo. Técnico: Jair Ventura

Juiz: Wilmar Roldán (COL).

TV: SporTV

Local: Gran Parque Central Horário: 21h30

Ao vivo: estadao.com.br/e/sfc/vivo


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •