Compartilhe
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    4
    Shares

O Centro de Detenção Provisória de Manaus (CDPM) passou por procedimento de revista na manhã desta terça-feira (22/05). A operação de fiscalização foi realizada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e Umanizzare Gestão Prisional. Na ação foram apreendidos nove celulares e estoques artesanais.

A revista ocorreu nos seis pavilhões da unidade e contou com um efetivo de 134 pessoas, entre servidores da Seap, policiais militares do Comando de Policiamento Especializado (CPE) e agentes de socialização da Umanizzare.

Entre os materiais encontrados durante a operação de revista estão nove celulares e 25 estoques artesanais. De acordo com o secretário de Estado de Administração Penitenciária, coronel da Polícia Militar do Amazonas, as armas artesanais são feitas com materiais do convívio dos internos, que são usados para a fabricação de objetos perfurantes ou perfurocortantes.

“Os internos reaproveitam diversos itens comuns para a fabricação de armas, como colheres, garfos, escovas de dente e ferros para confeccionarem os estoques artesanais. Nosso objetivo nas revistas é tirar de circulação todos esses objetos que possam ser usados em situações de conflitos. Além disso, nossas revistas tem o intuito de descobrir outros itens proibidos como celulares ou escavação de túneis”.

O CDPM possui atualmente 1.273 internos. Diversas ações de revista e procedimentos de fiscalização estão previstos para ocorrerem no sistema prisional nos próximos meses, tanto em unidades prisionais da capital quanto no interior, conforme cronograma de atividades da Seap e em casos extraordinários mediantes informações do Departamento de Inteligência Penitenciária (Dipen) e demais setores de inteligência do Estado sobre o sistema prisional.


Compartilhe
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    4
    Shares