A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) abriu, ontem quinta-feira (06/12), as inscrições para a terceira etapa do “Programa Espaço Aberto”, que vai ocupar os equipamentos culturais do Estado com atividades artísticas em 2019. Entre as novidades do edital, que passou por um período de consulta pública, estão uma mudança referente à cobrança de ingresso e uma pauta didática mensal, destinada ao atendimento de instituições de ensino e cursos livres em artes.

Interessados em participar do programa já podem consultar o edital no Portal da Cultura (www.cultura.am.gov.br). Em 2019, o “Espaço Aberto” terá programação de janeiro a dezembro. As propostas para ocupação nos meses de janeiro e fevereiro serão aceitas até o dia 14 de dezembro e a divulgação dos contemplados nesse primeiro lote está prevista para 28 de dezembro. 

Para ocupação em março e abril as propostas devem ser enviadas até 31 de janeiro; para os meses de maio e junho, até 31 de março; para julho e agosto, até 31 de maio; ocupações em setembro e outubro terão inscrições até 31 de julho; para novembro e dezembro, até 30 de setembro.

Os espaços – Podem participar do “Espaço Aberto” atividades artísticas de diversos segmentos: Artes Cênicas, Artes Visuais, Audiovisual, Música, Cultura Populares, Ideias e suas transversalidades, Cultura Afrodescendente e Indígenas.

Os equipamentos culturais disponibilizados para realização das atividades abertas ao público são: Teatro Amazonas, Teatro Américo Alvarez, Teatro Jorge Bonates, Teatro da Instalação, Cine Teatro Aldemar Bonates (Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou), Cine Teatro Guarany, Cine Teatro Padre Pedro Vignola (Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola), Cine Teatro Comandante Ventura (Centro de Convivência do Idoso); Casa das Artes, Centro Cultural dos Povos da Amazônia, Centro Cultural Palácio da Justiça, Centro Cultural Palácio Rio Negro, Centro Cultural Usina Chaminé, Largo de São Sebastião, Centro de Artes Visuais – Galeria do Largo, Palacete Provincial; os parques Senador Jefferson Péres e Rio Negro; e as praças Antônio Bittencourt e Heliodoro Balbi.

Pauta didática – Novidade desta terceira etapa do programa, a “Pauta didática” será destinada ao atendimento, uma vez por mês, de instituições de ensino, cursos livres de formações em artes e espetáculos com vínculos acadêmicos em geral, que apresentem propostas de espetáculos a serem realizados com plateia no palco do Teatro Amazonas, podendo ter a entrada gratuita ou por meio da cobrança de ingressos.

A “Pauta didática” contempla, ainda, a visita guiada acompanhada por técnicos, às dependências do Teatro, a fim de conhecer o funcionamento da cenotécnica de um equipamento cultural, além da realização da apresentação.

Ingressos – No “Espaço Aberto 2019”, para a realização de eventos que tenham previsão de bilheteria, fica a cargo do contemplado propor o valor do ingresso no projeto e ratificar no ato da assinatura do contrato, submetendo-se à legislação vigente quando à cobrança da meia-entrada.

Inscrições e seleção – Podem participar do “Programa Espaço Aberto” pessoas físicas maiores de 18 anos e pessoas jurídicas com ou sem fins lucrativos.

As propostas dos projetos poderão ser entregues pelo correio e pessoalmente, no horário de 8h às 17h (exceto aos sábados, domingos e feriados), em envelope lacrado, na sede da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), localizada na Avenida Sete de Setembro, 1546, Centro – anexo ao Centro Cultural Palácio Rio Negro. Manaus-Amazonas – CEP: 69005-141. O envelope deve ser destinado ao “Setor de Protocolo” da Secretaria, contendo o nome do programa, nome do proponente e título da proposta.

Os projetos também poderão ser enviados em formato digital, para o endereço [email protected]am.gov.br.

Os documentos necessários para a inscrição são o formulário de inscrição (em anexo no edital), apresentação detalhada da atividade artística, programação prevista e cronograma detalhados, ficha técnica completa, currículo ou portfólio com documentos que comprovem a atividade do artista, grupo ou empresa; rider técnico, roteiro de informações para divulgação e documentação complementar obrigatória (conferir no edital).

A Comissão de Habilitação e de Seleção prevista no edital será composta por dois membros da SEC e um integrante da sociedade civil, selecionado através de chamamento público, específico para tal, designados pelo Secretário de Estado de Cultura, por meio de portaria a ser publicada no Diário Oficial do Estado. O processo de seleção será realizado em duas etapas: análise documental e técnica.

Os critérios avaliados serão excelência artística do projeto, qualificação dos profissionais envolvidos, planejamento e adequação das ações e da programação ao espaço; e conformidade com os objetivos do edital.

Sobre o programa – O “Espaço Aberto” é uma iniciativa da SEC para ocupar os espaços culturais da capital com linguagens e expressões artísticas diversas. Desde a sua criação em novembro de 2017, até outubro de 2018, o programa atendeu 326 propostas artísticas para ocupação de 20 equipamentos culturais da SEC e beneficiou 14.538 artistas e produtores culturais.