Sede da Apae de Iranduba, obra do Fundo de Promoção Social, de Nejmi Aziz, foi esquecida por Omar Aziz - Fato Amazônico

Sede da Apae de Iranduba, obra do Fundo de Promoção Social, de Nejmi Aziz, foi esquecida por Omar Aziz

Iranduba – O ex-governo Omar Aziz (PSD), ao que parece deixou para trás algumas obras que já deveriam ter sido acabadas há tempos. Uma delas está localizada no quilômetro 6 da estrada Carlos Braga, em Iranduba, onde a sede da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), que começou a ser construída em 11 de janeiro do ano passado e deveria ser entregue em 17 de maio do mesmo ano, foi esquecida e ainda está longe de ser concluída e repassada aos moradores do município (localizado a 27 quilômetros de Manaus).

A obra, que custou aos cofres do estado R$ 444 mil, é do Fundo de Promoção Social, administrado pela ex-primeira dama, Nejmi Aziz, esposa do ex-governador, que deixou a administração estadual e não entregou a sede da Apae aos excepcionais de Iranduba, que por anos aguardam um local com melhores acomodações.

A reportagem do Fato Amazônico, esteve no canteiro de obras da sede da Apae, e lá apenas dois funcionários estavam trabalhando, um limpando o terreno já tomado pelos matos e outro dentro da estrutura, que esta coberta, mas ainda com muito para ser concluído.

A caixa d’água que abastecerá o prédio da sede da Associação, tem apenas a estrutura de alvenaria erguida, mas ainda sem a instalação do tanque que levará água ao prédio, ainda longe de ser concluído.

De acordo com moradores, que pediram para não serem identificados, quando as obras começaram ano passado como diz o dito popular “de vento em popa”, mas quando estava prestes a ser entregue em maio, os trabalhadores foram sumindo do canteiro de obras e os meses foram passando e eles foram vendo que o prédio tanto esperado pelos pais dos excepcionais não seria entregue.

“Como era uma obra da primeira dama do estado, Nejmi Aziz, esposa do governador, tínhamos a certeza de que seria entregue, mas daqui a poucos dias faz um ano que era para obra ser concluída e até agora nada”, disparou um morador, afirmando estar decepcionado com o ex-governador.

“Ele não terminou uma obra que tinha como madrinha a esposa, quem dirá outras”, alfinetou, outro morador, acrescentando que depois da denúncia espera que as obras sejam concluidas.