Seduc fala da compra de R$ 75 milhões em merenda escolar, mas em escola na Cidade Nova só tem feijão, arroz e sal - Fato Amazônico


Seduc fala da compra de R$ 75 milhões em merenda escolar, mas em escola na Cidade Nova só tem feijão, arroz e sal

A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) distribuiu na semana passada, um release falando da aquisição de gêneros alimentícios destinados a merenda das escolas públicas estaduais que deve chegar a quantia de R$ 75 milhões, em 2018.  Mas a informação da Secretaria de Comunicação do Governo do Estado não procede com o que vem acontecendo na Escola Estadual Dom João de Souza Lima, localizado na Avenida Timbiras, Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, onde a tal merenda da administração que “ama” não chegou a dispensa do estabelecimento de ensino onde tem apenas arroz, feijão e sal para servir aos estudantes.

Diante da falta de alimentação, que só tem na propaganda, de acordo com os pais dos alunos, na última sexta-feira (16), a diretora da escola, Áurea Dário Gomes, liberou os estudantes mais cedo e por conta da liberação dos alunos que não tinham o que comer, e foi exonerada por determinação do secretário Lourenço Braga.

“Na dispensa tem apenas arroz, feijão e sal, essa é a merenda de qualidade servida pelo governo do Amazonino. É assim que ele ama à causa pública”, disparou um dos pais de alunos que ontem (19), estiveram em frente a escola protestando contra a exoneração da diretora Áurea Dário, que há anos tirava dinheiro do seu bolso para comprar o gás para cozinhar a merenda dos alunos.

 

Para comprovar que na dispensa da Escola Dom João de Souza Lima a merenda escolar é bem diferente da propaganda de Amazonino Mendes, os pais dos alunos encaminharam ao Fato Amazônico fotografia que mostra a dispensa de arroz, feijão e sal e ainda fotos da merenda (arroz e feijão) sendo preparada para servir aos alunos, algo bem diferente do release distribuído pela Secom, que fala de uma alimentação composta por 50 itens, sendo eles: abacaxi, abóbora, açaí (polpa), açúcar mascavo, arroz (tipo 1), banana in natura, banana pacovã, bananada, batata cará, batata doce, carne bovina (em tiras), castanha, cenoura, colorau, couve, doce de frutas, farinha amarela, farinha branca, jerked beef, cheiro verde, cenoura, farinha de tapioca, feijão de metro, feijão de praia, geleia de frutas, laranja, limão, macaxeira, mamão, melancia, músculo bovino (em cubos), ovos, palmito, picadinho de peixe, picadinho de carne, pimenta de cheiro, pimentão, polpa de frutas, queijo coalho, queijo frescal, queijo mussarela, quiabo, rapadurinha, repolho, tangerina, tempero regional, tomate, filé de pescado, pirarucu seco salgado e néctar de laranja.

Como os alunos da Escola Estadual Dom João de Souza Lima, estão cansados de comerem apenas arroz com feijão o alimento, a maioria das vezes tem ido parar na lata do lixo. Confira o vídeo.

A propaganda afirma, que a merenda oferecida aos estudantes conta com recursos federais provenientes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), além de recursos estaduais do Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme) e também da agricultura familiar.