Compartilhe
  • 8
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    8
    Shares

Seis pessoas foram presas durante a Operação Cavalo de Aço, realizada entre a noite de ontem (14/07) e a madrugada deste domingo (15/07) em toda a capital amazonense e coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Um dos presos, por tentativa de furto, já havia sido preso há dois dias pelo mesmo crime. Ao todo, foram fechados 79 bares e abordadas 1,9 mil pessoas.

Na madrugada deste domingo, Alex Marques de Souza, 31, foi preso após tentativa de furto em uma unidade de uma rede de supermercados, na Rua Paris, no Conjunto Campos Elíseos, zona norte da capital amazonense. Após serem acionados, policiais da 17ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram ao local e viram que a grade que dá acesso ao supermercado havia sido cortada. Com a ajuda de funcionários, encontraram Alex no interior do estabelecimento. Ele foi preso e levado ao 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP). No último dia 13, Alex já havia sido preso pelo mesmo crime e solto em audiência de custódia.

Na Avenida Margarita, Edson dos Santos Matos, 37, foi preso com drogas após um acidente de trânsito em frente à 15º Cicom, no bairro Nova Cidade, zona norte de Manaus. O homem estava em uma motocicleta de placa NOL-1512 quando colidiu com um pedestre. Ao perceberem o nervosismo de Edson, os policiais militares fizeram a revista e encontraram dois quilos supostamente de maconha. Ele foi conduzido ao 15º DIP.

Na comunidade Celebridade, no bairro Novo Israel, zona norte, Débora Lima de Souza foi presa após denúncia anônima, que dizia que ela e o esposo estavam comercializando entorpecentes em uma casa na Rua Jerusalém. Quando a polícia chegou ao local, o homem fugiu em direção a uma área de mata e deixou a mulher para trás, com 600 gramas de substância entorpecente, possivelmente skunk e uma balança de precisão. Débora foi levada para o 18º DIP, onde foi registrado o flagrante por tráfico de drogas.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, coronel Anézio Paiva, a Operação Cavalo de Aço passou por uma remodelagem, com barreiras em áreas de manchas criminais. “Por meio de nossa análise criminal, utilizando a Inteligência policial, as barreiras estão locadas em todas as seis zonas, em pontos onde o crime tem ocorrido. As abordagens são no sentido de verificar drogas, armas, veículos circulando em restrição de roubos e foragidos”, afirmou.

Além das barreiras, de acordo com o Coronel Paiva, paralelamente ocorrem incursões em bairros de grande incidência de tráfico, furto e roubo.

Para reduzir o índice de criminalidade, o sistema de Segurança do Estado está realizando trabalhos de força tarefa, envolvendo todas as forças especializadas da Polícia Civil em conjunto com as especializadas da Polícia Militar.

“Paralelo a isso, a população está nos ajudando por meio das denúncias ao 181 e os bairros apontados nessas denúncias estão tendo um acompanhamento mais específico, tanto do trabalho investigativo quanto ostensivo, como ocorre na Comunidade União, no bairro Parque Dez. Hoje o local está pacificado, com viatura ostensiva da PM durante 24 horas e a parte investigativa da PC”, explicou.

Outras prisões – Também por tráfico de drogas foi preso Thiago dos Santos Nascimento, 21. Durante patrulhamento pela Rua Nova República, no bairro Colônia Antônio Aleixo, policiais militares abordaram o homem, que estava em atitude suspeita, e encontraram 25 trouxinhas de maconha, três pinos de cocaína e quatro trouxinhas de cocaína. Ele foi conduzido ao 30º DIP.

No bairro Terra Nova, na rua Manicoré, policiais da 18ª Cicom em patrulhamento prenderam Vitor Almeida da Silva, 18, com cinco porções de cocaína, 12 porções de skunk e 25 de supostamente skunk. Ele foi levado para o 18º DIP para as providências cabíveis.

Já Paulo Leite da Silva foi preso após assaltar um taxista na Avenida Constantino Nery, próximo a um shopping. Após o roubo, Paulo fugiu a pé, mas foi detido por policiais da 22ª Cicom e conduzido ao 12º DIP.

Participaram da operação as polícias Civil (PC-AM) e Militar (PMAM), Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada (Seagi) e Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans).

Foram abordados 397 carros, 129 motocicletas, 64 ônibus do transporte coletivo, 89 táxis, 14 micro-ônibus do transporte alternativo e 1.931 pessoas. O Batalhão de Policiamento de Trânsito notificou 89 veículos e 79 bares foram fechados, além de oito autuados.


Compartilhe
  • 8
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    8
    Shares