Semsa divulga balanço da primeira edição do Projeto Saúde nas Galerias - Fato Amazônico

Semsa divulga balanço da primeira edição do Projeto Saúde nas Galerias

O total de 1.255 pessoas recebeu algum tipo de atendimento, durante os dois dias do Projeto Saúde nas Galerias, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), nos dias 15 e 17 deste mês. A ação teve como objetivo, além de oferecer um serviço diferenciado ao público, nas galerias do Remédio e Espírito Santo, Centro, ampliar a promoção da saúde e prevenção de doenças na Atenção Básica.

Em sua primeira edição, o projeto registrou 129 consultas médicas com clínico geral, das quais 39 usuários receberam medicamentos no local e em dois foi detectado alteração na pressão arterial; 74 doses de vacinas aplicadas contra doenças como difteria, tétano, hepatite, febre amarela, câncer de colo de útero (HPV), meningite, sarampo, caxumba e rubéola.

Também foram realizados 652 testes rápidos para diagnóstico de HIV, sífilis, hepatites B e C (oito casos de sífilis e um de hepatite foram detectados); 55 testes com o monoxímetro, instrumento que mede o nível de monóxido de carbono nos pulmões (sendo 15 encaminhados para tratamento contra o tabagismo); 35 orientações nutricionais; e 45 orientações em saúde bucal.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, o Programa Saúde nas Galerias foi uma idealização do prefeito Artur Neto e da primeira dama, Elisabeth Valeiko, para ampliar o atendimento em saúde aos empreendedores do local e estimular a presença do público consumidor. “Tudo para garantir o bem estar de todos que estão nas galerias, ou para vender seus produtos ou comprar, porque eles também precisam cuidar da saúde”, ressaltou Magaldi.

Próximas edições

O projeto será mensal e permanente, com calendário já estabelecido até o fim do ano. As próximas edições na Galeria dos Remédios, localizada na rua Miranda Leão, serão nos dias 14/09, 03/10, 16/11 e 14/12. Na galeria Espírito Santo, localizada na rua 24 de Maio, nos dias 12/09, 05/10, 14/11 e 12/12. O horário de atendimento, em ambas as galerias é entre 9h e 13h.

A ação é desenvolvida em parceria com a Subsecretaria Municipal do Centro Histórico (Subsemch). “A aceitação do público, para o atendimento de saúde, foi excelente e isso é muito bom para os lojistas. Nosso objetivo, agora, é tornar esse público fiel aos espaços. Que essas idas às galerias populares, sejam revertidas também em lucro para os nossos empreendedores”, destacou o subsecretário Perseverando da Trindade Garcia Filho, da Subsemch.

Galerias

A Galeria Espírito Santo foi a primeira Galeria Popular entregue pelo prefeito Arthur Virgílio Neto há três anos, para alocação de camelôs que saíram das ruas e praças do Centro Histórico de Manaus, em atendimento ao projeto ‘Viva Centro Galerias Populares’. Abriga 302 empreendedores e oferece aos clientes, além da variedade de produtos, praça de alimentação, casa lotérica, terminal de caixas 24 horas, PAC Municipal e Defensoria Pública, além de escada rolante e elevador para pessoas portadoras de necessidades espaciais.

A Galeria dos Remédios foi a segunda a ser entregue pela Prefeitura de Manaus, em outubro de 2014, no dia do aniversário da cidade. Atende a 198 microempreendedores e possui praça de alimentação, espaço beleza, terminais de caixas 24 horas, PAC Estadual, elevador e escada rolante, para facilitar a acessibilidade.