Semsa leva ações de prevenção em evento na Ponta Negra - Fato Amazônico




Semsa leva ações de prevenção em evento na Ponta Negra

A Prefeitura de Manaus por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participou da edição do projeto Bem Estar Global realizada na última sexta-feira, 22/9, no complexo turístico da Ponta Negra, na Zona Oeste, organizando a oferta de exames de glicemia capilar e de vacinação para o público presente ao evento.

“O projeto é uma iniciativa importante e que oferece uma série de serviços de saúde e de qualidade de vida para a população. Também é um espaço em que os profissionais de saúde da rede municipal podem desenvolver e divulgar ações de prevenção e promoção da saúde”, destacou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

Durante o evento, a Semsa disponibilizou sete tipos vacinas para a população: influenza, antitetânica, hepatite B, HPV, tríplice viral, febre amarela e meningocócica.

A chefe da Divisão de Imunização da Semsa, Isabel Hernandes, alertou para a importância da vacinação, considerada como carro chefe na prevenção de doenças. “É essencial que as pessoas fiquem atentas e procurem as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para a imunização e o acompanhamento em saúde adequado. As vacinas estão disponíveis nas UBSs durante todo o ano, para a população”, garantiu Isabel.

Diabetes

Em parceria com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia – Regional Amazonas, a Semsa também organizou a oferta do teste de glicemia capilar, que permite avaliar os níveis de glicose no sangue e identificar possíveis alterações que indiquem risco de diabetes. Os participantes da ação, quando houve necessidade, foram encaminhados para atendimento com médico endocrinologista.

“Os pacientes foram orientados ainda a procurar o atendimento nas Unidades Básicas para o encaminhamento de consultas e a realização  dos exames necessários para confirmar ou não a doença”, explicou a chefe do Núcleo de Controle da Hipertensão Arterial e Diabetes da Semsa, Sinara Flores.

Um dos beneficiados pela ação foi o motorista aposentado Heraldo Cordeiro, morador do bairro Compensa, que procurou a ação para consulta com o endocrinologista. “Sou diabético há 15 anos e quero aproveitar a ação para verificar a glicemia e atualizar com o médico a receita para os medicamentos que preciso tomar todos os dias”, afirmou Heraldo.

De acordo com a médica presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia – Regional Amazonas, Luciana Caminha, a oferta do teste de glicemia permite atingir dois objetivos: a prevenção e detecção precoce da doença. “Metade das pessoas com diabetes não sabem que têm a doença e por isso é importante realizar o exame. O teste de glicemia capilar também permite identificar índices de pré-diabetes, momento em que ainda é possível intervir, orientando o paciente para uma mudança no estilo de vida para que ele não venha a ter a doença”, destacou.

Ainda segundo a médica, como a diabetes é uma doença silenciosa e não costuma apresentar sintomas, a recomendação é para que pessoas com  maior fator de risco (adultos com mais de 45 anos, histórico de familiares com diabetes e obesidade/sobrepeso), realizem o exame uma vez ao ano.

O peso, altura e a circunferência abdominal dos participantes também foram avaliados pelos profissionais de saúde. Na edição do projeto promovida ano passado, a Semsa realizou 588 atendimentos para o teste de glicemia capilar.