Semsa participa de última reunião para a apresentação dos Planos Operacionais para a Copa - Fato Amazônico

Semsa participa de última reunião para a apresentação dos Planos Operacionais para a Copa

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participou da última reunião para a apresentação dos Planos Operacionais para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™, nesta quarta-feira, 14, no Palácio Rio Negro, no Centro. O evento em Manaus é coordenado pelo secretário-executivo do Ministério dos Esportes, Luís Fernandes.

“Estamos na reta final e acertando os detalhes para a realização da Copa. Nós fazemos uma avaliação positiva e de confiança total. Vamos fazer um balanço e rever pontos que ainda podem ser integrados”, afirmou Fernandes.

Na reunião setorial da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) esteve representada pelo secretário Homero de Miranda Leão. “É a união de esforços de todos os envolvidos, de todas as esferas de governo, incluindo a nossa participação como agentes municipais de saúde, que vai dar ao evento toda a segurança possível quando o assunto é a garantia da saúde de todos os torcedores que vão participar desta festa do esporte”, afirmou Homero.

Durante toda a manhã, todos os integrantes dos planos operacionais de cada setor estiveram reunidos em comitês de discussão para debater os detalhes e status de projetos que ainda necessitavam de acertos e alinhamentos. Os integrantes da Câmara Temática, criada para a elaboração e execução do planejamento que vai garantir o atendimento de saúde durante a Copa, levantaram questões que precisam, ao longo das próximas semanas, serem alinhadas para que tudo fique pronto até o início do evento.

“São questões de integração entre equipes que serão facilmente alinhadas em reuniões que serão intensificadas nos próximos dias. Nós queremos, por exemplo, definir o local de atuação das equipes dentro da Arena da Amazônia para que a adequação física seja a mais perfeita possível”, afirmou o presidente da Câmara Temática da Saúde e presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque.

Atuação do Samu

Com todo o planejamento realizado com antecedência, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) está com o esquema de atendimento consolidado de acordo com as diretrizes elaboradas pela organizadora do evento. Os atendimentos realizados pelas ambulâncias estarão na linha de atuação fora do perímetro de segurança estabelecido pela FIFA. Para o entorno da Arena e dentro do palco dos jogos, estarão sendo disponibilizadas seis Unidades de Suporte Avançado (USAs), consideradas UTIs Móveis, e duas Unidades de Suporte Básico (UBSs) contratadas pela FIFA para atender as prioridades.

No plano de atendimento das proximidades da Arena, o Samu vai estar com a base da Alvorada, de prontidão, para atender aos chamados que extrapolem a capacidade técnica da organização, com chegada ao Estádio prevista para ocorrer em, no máximo, 1,5 minuto. Nesta base, vão estar uma USA e três UBSs que, se precisarem de deslocamento, devem receber o apoio de batedores.

Para o restante da cidade, 24 USBs e quatro USAs vão estar preparadas para atender de forma prioritária e rápida, inclusive no caso de atendimento no Complexo Turístico da Ponta Negra, onde estará ocorrendo a FIFA Fan Fest. No local da festa diária durante a Copa, a Semsa vai dispor de um Posto Médico Avançado (PMA) com oito leitos, sendo um de UTI. “A nossa responsabilidade aumenta na medida em que o evento se aproxima. O que nos dá segurança é que todos os detalhes foram pensados para o sucesso da operação e, além disso, um plano de contingência com a Secretaria de Estado da Saúde (Susam) também está sendo finalizado para que tudo ocorra bem”, afirmou a diretora do departamento de Urgência e Emergência de Manaus, Moísa Carneiro.

Organização dos Planos Operacionais

Na capital do Amazonas estão reunidos representantes das três esferas de governo e do Comitê Organizador Local (COL). “Manaus tem quatro grandes jogos durante a Copa do Mundo. E, na minha opinião, tem um dos mais belos estádios deste evento. Nós temos a certeza de que todo o processo realizado, até agora, vai dar a capital-sede condição perfeita para a realização do evento sem grandes problemas”, apostou o gerente-geral de Estádios do COL, Roberto Sivieiro.

Durante a reunião, os representantes debateram e detalharam as ações necessárias para a execução dos planos, aumentando a capacidade de integração e alinhamento entre as equipes técnicas. “É um momento importante em que vamos reforçar a integração de todos os planos operacionais em diversas áreas: segurança, saúde e mobilidade”, afirmou o secretário da Unidade Gestora da Copa no Amazonas (UGP Copa), Miguel Capobiango.