Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Simone não vê a hora de sua irmã, Simaria, voltar ao trabalho no dia 9 de agosto, conforme ela anunciou durante o VillaMix. Em seu Instagram Stories, a sertaneja contou que não agüenta mais fazer shows sem a companheira, mas agradeceu a Deus por ter lhe dado forças. “Três meses trabalhando sozinha é difícil. Olha não dá mais. Mas obrigada, Jesus, por tudo que o senhor me proporcionou até agora”, disse a cantora em uma sequência de vídeos publicada na rede social.

‘Quero que minha vida volte ao normal’, declarou Simone

A cantora – que gravou uma música com Whindersson Nunes sobre a derrota do Brasil – explicou o motivo pelo qual é tão difícil fazer shows sozinha. “Estou orando muito pra esse mês acabar logo, em nome de Jesus, porque eu quero que mina vida volte ao normal. Três meses trabalhando sozinha é difícil. Olha não dá mais. Obrigada, Jesus, por tudo que o senhor me proporcionou até agora me deu força e sabedoria, mas eu prefiro que o Senhor apresse os dias e coloque tudo novamente no lugar”, declarou Simone. E continuou: “É bom demais ter uma parceira cantando com a gente, a gente dá risada toda hora. A gente já passa tempo na estrada longe da família. Aí quando a gente tem o irmão do lado, aí é bom, porque ameniza a saudade de casa. Ajuda bastante”. Ela terminou a sequência de vídeos cantando uma música gospel. No final do mês passado, ela usou a rede social para relatar sua experiência em um retiro religioso.

Simaria viaja às Maldivas antes de voltar ao trabalho: ‘Para pra se cuidar e refletir’

 

Simaria curtiu uma viagem às Ilhas Maldivas acompanhada do marido, Vicente, e dos filhos, Giovanna e Pawel. Em seu Instagram, ela relatou a importância das férias após tratar de uma tuberculose ganglionar. “Às vezes é preciso parar! Parar pra se cuidar e refletir. Olhar com a razão, e não com o coração. Sempre me entreguei a tudo que faço, doando o máximo de mim e, muitas vezes, cheguei a esquecer que aqui existia uma pessoa que precisava olhar pra si mesma e se colocar em primeiro lugar. Foi preciso ficar doente pra entender isso, mas, hoje, estou aqui pra agradecer a Deus por cada coisa que ele concede em minha vida. Agradeço a ele por nunca, nunca, me deixar só. Por sempre cuidar de mim e de todas as pessoas que eu amo”, afirmou.

‘Não podia pegar meu filho no colo’, declarou Simaria sobre doença

Em entrevista ao “Fantástico”, Simaria se emocionou ao falar do tratamento contra tuberculose, que leva no mínimo 6 meses. “Peso 50 quilos e eu caí pra 42. Eu não podia pegar meu filho no colo porque eu não tinha forças. Ele tem 2 anos e meio e ficava pedindo pra mamar”, declarou ela, que disse que o problema a fez repensar sua rotina de trabalho: “Desde os meus 14 anos até 35 anos eu trabalhei igual um burro de carga. Já cheguei a fazer três shows em uma noite. Quem tem vida assim? Isso é vida? Não quero mais fazer 30 shows por mês”. (MSN)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •