Luana Piovani voltou a falar sobre seu ex-namorado Dado Dolabella em entrevista ao “Fofocalizando”, do SBT, na última segunda-feira (12/11). A atriz afirmou que após ter sido agredida pelo bonitão, em 2008, a única coisa que consegue sentir é pena.

“[…] Tenho pena dele. Ele não precisa me pedir perdão. Eu só queria que fosse feito a justiça, para que a sociedade entenda que isso é inadmissível, que não é tolerável”, afirmou.

Ao ser questionada sobre não ter ido a público na época em que apanhou do bonitão, a famosa comentou que não achou necessário expor a situação. “Acho que não, porque não tinha o que falar. Eu já havia assumido que eu tinha sido agredida”, disse.

E não parou por aí: “Eu só preciso que todos saibam que eu sou uma mulher, sou uma cidadã, fui agredida por esse indivíduo e para que todas as pessoas que se relacionem com ele saibam que tipo de caráter ele tem. Claro que as pessoas evoluem, mas é um traço de caráter”.

(MSN)