Tororó assina contratos de nove meses no valor de R$ 1 milhão e 430 mil para serviços de hospedagens. - Fato Amazônico

Tororó assina contratos de nove meses no valor de R$ 1 milhão e 430 mil para serviços de hospedagens.

Por Elcimar Freitas e Mazinho Bezerra – O prefeito de Manacapuru, Jaziel Nunes de Alencar, conhecido por “Tororó”, não está economizando com gastos na área de hospedagens em hotéis. Mais uma vez, mostrou que aprendeu bem a usar o dinheiro dos contribuintes. De acordo com a publicação do Diário Oficial dos Municípios do Estado do Amazonas, do dia 4 deste mês, o chefe do executivo assinou no dia 28 de março dois contratos com duas empresas no ramo de hotelaria para prestação de serviço de hospedagem no valor de R$ 1 milhão e 430 mil.

Com a empresa Irmãos Pereira & Cia Ltda (nome de fantasia Hotel Maranata), o contrato assinado é no valor de R$ 980 mil, correspondendo a quantia mensal R$ 108 mil. O outro contrato é com F.A.S Neves–Me (WS Confecções) no valor R$ 450 mil, correspondendo a quantia mensal estimada de R$ 50 mil.

No objeto dos contratos da prefeitura de Manacapuru com os hotéis, o prefeito Tororó, não especifica quem ficará hospedado, limita-se apenas a dizer ser para atender as necessidades da Secretaria Municipal de Governo e Planejamento – SEGOV.

O hotel Maranata, localizado na Avenida Boulevard Pedro Rates, Centro de Manacapuru, apontado com um dos melhores da cidade, a prefeitura estará pagando R$ 108 mil por mês, o equivalente a R$ 3.600 a diária.

A reportagem do Fato Amazônico, ligou para o telefone (92) 3361-1888, do Hotel Maranata, e descobriu que a diária para casal é de R$ 100 e solteiro R$ 80,00. Caso queira hospedar-se e pagar mensal um casal desembolsará pela hospedagem com direito a café da manhã R$ 2.200 e o solteiro R$ 1.600.

Consultamos pelo telefone 092 3361-1316 a diária no Hotel WS Confecções e descobrimos que um casal paga R$ 60,00 e o solteiro R$ 50,00. Mas para a prefeitura de Manacapuru o prefeito Tororó, resolveu pagar ao estabelecimento hoteleiro quantia de R$ 1.666 por diária.

De acordo com consulta pela internet, a diária mais cara no Hotel Tropical de Manaus, um dos mais luxuosos da cidade num quarto quádruplo deluxe para casal é de R$ 1.093,20, bem mais em conta que o Maranata em Manacapuru, onde a diária é de R$ 3.600 e no Hotel WS de R$ 1.600.

Para a comerciante Madalena Fialho Gaspari, esse gasto é desnecessário. ”Ao invés de gastar mais de um milhão com hospedagens porque não construir um hotel com esse montante milionário seria até mais útil para o município”, declarou a contribuinte.

“É um absurdo gastar tudo isso com hospedagens, enquanto nossa população passa por necessidades, o prefeito fica gastando milhões com hospedagens em hotéis pra quem?”, questiona um morador.

Tentamos entrar em contato com a assessoria da prefeitura, mas nao obtivemos sucesso.