Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um grupo de 80 artesãos dos municípios de Parintins e Nhamundá recebeu na última sexta-feira (24/11) as Carteiras de Artesão Profissional emitidas pela Secretaria Estadual do Trabalho (Sebrab).

A entrega dos documentos aconteceu no município de Parintins, onde o artesanato com influência indígena gera emprego e renda para mais de 300 famílias.

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que possui um escritório em Parintins, é o órgão que atua junto à Setrab para profissionalizar os artesãos e impulsionar a geração de novos negócios.

A qualificação dos artesãos faz parte do Programa do Artesanato Amazonense, que é executado pela Setrab, em parceria com o Ministério do Trabalho.

Dos 80 documentos entregues, 18 carteiras foram renovações de licença, e outras 62 emitidas para novos artesãos. Do total de documentos, 40 foram emitidas para profissionais de Nhamundá, onde também existe produção de artesanato com temática indígena.

O secretário do Trabalho do Amazonas, Dallas Filho, disse que a produção de artesanato representa a cultura de um povo, por isso os artesãos devem ser valorizados. “Quando visitamos um Estado ou País, queremos conhecer o artesanato daquela região. É o artesanato que representa a riqueza cultural de um povo”, destacou o secretário.

Dallas Filho acrescentou que a Setrab está trabalhando para dar mais apoio e dignidade aos artesãos. “Sabemos das dificuldades no setor, mas juntos encontraremos soluções para os problemas que afligem os artesãos”, afirmou o secretário.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •