Transmissão vertical do HIV, sífilis e hepatite é tema de seminário - Fato Amazônico


Transmissão vertical do HIV, sífilis e hepatite é tema de seminário

O 1º Seminário Municipal de Profilaxia da Transmissão Vertical do HIV, Sífilis e Hepatites Virais, promovido pela Prefeitura de Manaus, será realizado nesta quinta e sexta-feira, 24 e 25/5. A programação, coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), vai acontecer no auditório Luiz Montenegro, da Fundação de Medicina Tropical, na avenida Pedro Teixeira, 25, Dom Pedro, e tem como público-alvo médicos e enfermeiros da rede municipal de saúde, além de profissionais que atuam em maternidades da cidade.

A transmissão vertical ocorre quando a paciente grávida transmite a doença para o bebê durante a gestação, o parto ou a amamentação, podendo levar a complicações como aborto, parto prematuro, doenças congênitas ou morte do recém-nascido.

“O seminário foi organizado com o objetivo de promover a atualização e capacitação dos profissionais para incrementar o diagnóstico precoce dessas doenças durante o pré-natal e fortalecer a qualidade do atendimento, buscando tratar a gestante e reduzir os riscos para a saúde do bebê”, afirma o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

De acordo com a chefe do Núcleo de Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis e Hepatites Virais, Etelvina da Cruz Alves, o seminário irá reunir 240 profissionais, divididos em duas turmas, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h, que estão envolvidos diretamente no atendimento às gestantes e crianças, tanto nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), que realizam o pré-natal, quanto nas unidades de referência para o parto.

“Durante o seminário, os profissionais irão obter informações atualizadas sobre as intervenções necessárias para o atendimento à gestantes já no primeiro atendimento do pré-natal nas UBSs, bem como os cuidados necessários durante o parto”, informa Etelvina Alves, lembrando que a Semsa disponibiliza o teste rápido para HIV, sífilis e hepatites B e C em 146 Unidades de Saúde, permitindo o diagnóstico precoce na primeira consulta de pré-natal.

O seminário vai abordar os temas: Cenário municipal da transmissão vertical do HIV, sífilis e hepatite; Fluxograma de controle do HIV e sífilis em gestantes na Atenção Primária; Acolhimento da gestante e conduta frente ao resultado positivo para HIV; Diagnóstico e manejo da sífilis em gestantes; Assistência ao recém-nascido exposto ao HIV e fluxograma de acompanhamento pós-alta hospitalar; Manejo da criança com sífilis congênita; Rede de atenção à criança com sífilis congênita; Vigilância epidemiológica da sífilis, HIV e Hepatite B e C em gestantes, parturiente e crianças; e Profilaxia dos recém-nascidos de mães com hepatite.