O início da temporada de 2014 do Jungle Fight vai contar com dois amazonenses amanhã, na edição 64, que será realizada em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Trata-se dos pesos-moscas (57 Kg) Júnior Boya e o atual detentor do cinturão, Rayner Silva. Para participar do maior evento de MMA da América Latina, a dupla baré conta com apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), que custeou as passagens aéreas.

O pontapé inicial do evento de Wallid Ismail está sendo marcado pelas surpresas no card, poucos dias antes da Arena Jungle pegar fogo. Pela defesa do cinturão, Rayner foi surpreendido há quatro dias pelo anúncio de um novo adversário. Ao invés de Giovanni Soldado, o amazonense terá que enfrentar Júnior Abedi, que lutaria com Júnior Boya.

Com a mudança, Boya informou na manhã desta quarta-feira, 15, que seu novo oponente é José Carlos ‘Quinze’, que é cearense radicado no Espírito Santo. “O Soldado teve uma lesão e por isso foi substituído. É claro que isso, num primeiro momento, pode ser encarado como uma dificuldade para o meu atleta, mas creio que não será um problema. Os dois são ótimos de trocação, o Rayner está preparado e será um lutão”, disse o treinador Capitão, que desembarcou na Cidade Maravilhosa, junto com o detentor da cinta, na madrugada desta quarta-feira, 15.

Para Rayner, o momento é de concentração para enxugar os últimos 1,5 Kg na pesagem que será realizada quinta-feira (16). “Falta bem pouquinho, já sequei bastante e agora estou na reta final. Amanhã vai ser dia de sauna e foco total. Quero vencer”, afirmou o faixa amarela em taekwondo.

Preparado

Essa é a terceira vez que Júnior Boya disputa o Jungle Fight. E mesmo com a novidade em ter ‘Quinze’ pela frente – conhecido pela especialidade em Boxe – o lutador da Orley Bolato afirma estar preparado para conduzir a luta por cima ou no chão.

“Se não der por cima, eu vou para baixo. Para mim não tem terror. Entro na briga e vou para nocautear”, disse confiante o faixa preta em Jiu-Jítsu, que desembarca no Rio de Janeiro na noite desta quarta-feira, 15, sem precisar perder nenhum grama. “Graças a Deus eu fiz um trabalho muito bom com o meu mestre Orley e vou chegar ao Rio sem precisar secar mais nada. Perdi os sete quilos nas últimas semanas e estou preparado para tudo”, comentou.