Os tucanos apoiarão o nome de Simone Tebet à presidência do Senado (Foto Divulgação)

O PSDB intensificou as pressões sobre o MDB para que o partido decida logo quem será o candidato à presidência do Senado. Os tucanos deram como ultimato esta quarta-feira (30).

Isso porque o MDB vem sistematicamente postergando a escolha, que deveria ter sido feita na terça-feira (29). E acabou transferida para a véspera da eleição, marcada para a sexta-feira, dia 1º.

Os tucanos avisaram que apoiarão o nome de senadora Simone Tebet. Mas, caso seja Renan Calheiros, devem lançar candidatura própria, com Tasso Jereissati. Outra possibilidade é apoiar alguns dos outros nomes já lançados. (Com a veja.com)