Universitária acusada de participar da trama para bandidos executarem o delegado Oscar Cardoso chega sob forte esquema - Fato Amazônico

Universitária acusada de participar da trama para bandidos executarem o delegado Oscar Cardoso chega sob forte esquema

A sobrinha do delegado Oscar Cardoso, executado com mais de 20 tiros na tarde do dia 9 de março deste ano, a estudante de direito Karina Cristina Pereira Nascimento, de 20 anos, presa em Santarém, oeste do Pará, na última quarta-feira por policiais civis do Núcleo de Apoio e Investigação (NAI), de Santarém, chegou de avião ontem a Manaus escoltada por policiais do

Por volta de 12h40, a aeronave trazendo a sobrinha do delegado desceu no aeroclube de Manaus, localizado no Parque das Laranjeiras, zona centro-sul de Manaus, sob um forte esquema de segurança da Polícia Civil.

Ela é apontada pela polícia como a pessoa que indicou a localização onde estava Oscar Cardoso no dia do crime. De acordo com o delegado George Gomes, Karina é cunhada de Fábio Diego Matos de Oliveira, o “Piu-Piu” e teria ligações com a facção criminosa que armou para matar o delegado.

O mandado de prisão temporária foi expedido pelo juiz Anézio Rocha Pinheiro, da 2ª Vara do Tribunal do Júri.