Vacina contra a gripe está disponível em unidades de saúde com horário ampliado - Fato Amazônico

Vacina contra a gripe está disponível em unidades de saúde com horário ampliado

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que a vacina contra a gripe está sendo disponibilizada nas dez Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que funcionam com horário ampliado, de segunda à sexta-feira, das 7h às 21h, e aos sábados, de 7h às 13h. A Campanha da Vacinação Contra a Gripe teve início no dia 22 de abril e atingiu, até agora, 176.688 pessoas em Manaus, de acordo com o Sistema de Informação da Semsa.

A campanha segue até o dia 09 de maio e tem como público alvo crianças de seis meses a menores de cinco anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), pessoas com idade a partir de 60 anos, os trabalhadores de saúde, os povos indígenas (aldeados), mulheres gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), a população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

A recomendação é que as pessoas incluídas nesse grupo da campanha apresentem o cartão de vacinação na unidade de saúde em que tomar a vacina.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão, ressalta que a disponibilização da vacina contra a gripe nas unidades com horário ampliado tem como finalidade oferecer uma opção de atendimento para a população, principalmente para as pessoas que trabalham durante o dia e não têm tempo de procurar uma unidade de saúde no horário comercial.

Além das unidades com horário ampliado, a Semsa também está disponibilizando a vacinação contra a gripe em todas as Unidades Básicas de Saúde da rede municipal, das 8h às 17h. A vacina também está disponível para o grupo prioritário, impossibilitado de locomoção, como os idosos acamados, o agendamento pelo telefone 0800-280-8280, de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 12h e das 13h às 17h.

A vacina da gripe protege contra os três subtipos do vírus da gripe recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

“A vacina é produzida com partículas do próprio vírus, o que torna impossível a ocorrência da gripe influenza, por isso as pessoas não devem deixar de se imunizar pelo mito de que podem ficar gripadas. Acontece é que existem muitos vírus que podem produzir sintomas parecidos com a gripe – como tosse, espirros, dor de garganta. São sintomas que podem ser de resfriado”, explicou o secretário Homero de Miranda Leão, acrescentando que a vacinação é uma medida de prevenção fundamental para promoção à saúde.

Unidades de Saúde que funcionam em horário ampliado

UBS Balbina Mestrinho – rua 17, nº 170, Núcleo 2, Cidade Nova 1; UBS Sálvio Belota – rua das Samambaias, nº 786, Santa Etelvina; UBS Áugias Gadelha – rua A, nº 15, Cidade Nova 1; UBS Amazonas Palhano – rua Antônio Matias, s/nº, São José 2; UBS Alfredo Campos – rua André Araújo, s/nº, Zumbi 2; UBS Leonor Brilhante – avenida Autaz Mirim, s/nº, Tancredo Neves; UBS Dr. José Rayol dos Santos – avenida Constantino Nery, s/n, Chapada; UBS Morro da Liberdade – rua São Benedito, s/n. Morro da Liberdade; UBS Leonor de Freitas – avenida Brasil, s/nº, Compensa 2; UBS Deodato de Miranda Leão – avenida Presidente Dutra, s/nº, Glória.

Segurança

A vacina é ofertada a grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias, conforme recomendação da OMS. Ela é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, dor no local da injeção, eritema e induração. São manifestações consideradas benignas, cujos efeitos passam, na maioria das vezes, em 48 horas.

A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

Prevenção

Cuidados simples, como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal também são hábitos importantes e que servem como medidas de prevenção contra gripe e outras doenças.

A transmissão da gripe acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.