Vasco vence o Botafogo e é campeão carioca no Maracanã de 2015 - Fato Amazônico

Vasco vence o Botafogo e é campeão carioca no Maracanã de 2015

O Vasco voltou a vencer o Botafogo na segunda partida da decisão do Campeonato Carioca e conquistou o título que não alcançava desde 2003. Rafael Silva e Gilberto marcaram os gols da vitória por 2 a 1, enquanto que Diego Jardel descontou para o Bota.

Precisando reverter a vantagem do Vasco, alcançada com a vitória por 1 a 0 no último domingo, o Botafogo entrou com tudo na partida desta tarde. Marcando sob pressão e jogando em velocidade, os comandados de René Simões buscaram o gol logo de início.

Aos 4, Luis Ricardo, aposta do treinador para melhorar o toque de bola do Alvinegro, enfiou uma bola rasteira elo meio da defesa vascaína e achou Bill na área. O atacante tentou desviar do goleiro, mas Martín Silva saiu bem e evitou o gol.

O jogo foi ficando truncado e com muitos choques entre os jogadores. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães tentava controlar o jogo distribuindo cartões amarelos.

O ímpeto do Bota diminuiu e o Vasco equilibrou o jogo. Mas a postura das duas equipes era a mesma de antes, com os cruz-maltinos fechados atrás e buscando uma falha do adversário para emplacar um contra-ataque rápido.

O jogo continuava nervoso e sem muito trabalho para os dois goleiros, até que aos 24, após um bate-rebate na entrada da área do Botafogo, a bola sobrou na área para a entrada de Christiano. O lateral chegou primeiro no lance e tentou o chute, mas Renan saiu em cima dele e impediu que a bola fosse em direção ao gol.

O Bota respondeu com Rodrigo Pimpão aos 33. Ele recebeu lançamento na ponta esquerda, ajeitou e chutou de fora da área, obrigando Martín silva a se esticar para evitar que a bola entrasse no ângulo.

Quando parecia que as duas equipes iriam para o vestiário com a igualdade no placar, uma bobeada da defesa botafoguense deu ao Vasco a oportunidade que ele esperava. Marcelo Mattos recebeu na fogueira na intermediária, perdeu a bola, que ficou com Julio dos Santos. O meia deu para Guiñazu, que levantou na esquerda da área para a entrada de Rafael Silva, que esperou a bola quicar e acertou um chute cruzado que morreu no fundo da rede.

Na volta para o segundo tempo, o Botafogo, agora com desvantagem maior ainda, tentou pressionar o Vasco, que estava bem postado e soube segurar a vantagem. O jogo ficou mais aberto conforme o tempo passava, porque o Bota se mandava e abria espaços para o contra-ataque.

O Alvinegro teve boas chances aos 12 minutos. Primeiro na cobrança de uma falta cobrada por Pimpão que foi no ângulo e Martín Silva mandou para escanteio. Na cobrança, Marcelo Mattos tenta a cabeçada, mas a bola vai pela linha de fundo.

O gol do Bota também correu muito perigo aos 24. No primeiro lance, Giaretta cortou cruzamento rasteiro de Rafael Silva e impediu que a bola chegasse em Gilberto que entrava livre. Na sequência, Gilberto teve a chance da conclusão, mas Renan fez grande defesa.

A torcida do Vasco já fazia a festa quando o Botafogo ressurgiu no confronto com um gol aos 29 minutos. Gilberto enfiou pelo meio para Diego Jardel dentro da área, e o atacante teve toda a calma para tirar de Martín Silva e empatar o jogo.

O gol incendiou o jogo e levou a torcida do Bota à loucura com a perspectiva da virada, mas a empolgação durou pouco, pois aos 39, Fernandes recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o Alvinegro com apenas dez em campo.

Com a vantagem numérica em campo e com o placar a seu favor, o Vasco soube segurar o adversário, que foi pra cima de forma desorganizada para tentar o gol salvador, abusando dos chutões para frete.

Com a defesa adversária aberta, o Vasco aproveitou o último lance da partida e marcou mais um para selar a conquista do título. Aos 47, Lucas recebeu na direita e tocou para Gilberto na área. O atacante matou a bola e chutou cruzado, sem chance para Renan.

Campeão Carioca, o Vasco terá uma semana de descanso antes da estreia no Campeonato Brasileiro no próximo domingo, em São Januário, recebendo o Goiás em sua casa.

A agenda do Botafogo é mais cheia, já que nesta quarta faz o jogo de volta contra o Capivariano, pela Copa do Brasil. Três dias depois, viaja para encarar o Paysandu em Belém (PA), na estreia no Campeonato Brasileiro da Série B.