A venda de veículos leves somou 189,9 mil unidades em fevereiro, alta de 25,2% em relação a igual mês do ano passado, mostram dados preliminares obtidos pelo Estadão/Broadcast. O resultado definitivo será divulgado à tarde pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) em seu site, sem horário previsto.

Parte da expansão, contudo, é explicada pelo número de dias úteis, uma vez que o Carnaval do ano passado caiu em fevereiro e o deste ano será em março. Na média diária, portanto, o avanço foi menor, de 12%, para 9,5 mil unidades.

A Ford, que na semana passada anunciou que encerraria a operação de São Bernardo do Campo, responsável pela produção de caminhões e do Fiesta, teve resultados abaixo do mercado no segmento de leves.

Em fevereiro, a marca norte-americana vendeu 15,1 mil unidades, alta de 9,4% em relação a igual mês do ano passado. Na média diária, houve queda de 1,5%, para 755 unidades.

A GM, que em janeiro ameaçou deixar de produzir no Brasil caso não voltasse a ter lucro, segue como líder de mercado, com 33,9 mil unidades vendidas em fevereiro, crescimento de 24,1% ante igual mês do ano passado. Na média diária, houve avanço de 11,7%.

(ESTADÃO)