Foto: Robervaldo Rocha / CMM

A Comissão de Educação da Câmara Municipal de Manaus (COMED) se reuniu na terça-feira (19/2) com a secretária em exercício da Secretaria Municipal de Educação (Semed), professora Euzeni Araújo, e uma comissão de professores para tratar sobre a contratação de novos profissionais e, assim, atender as demandas em toda a área urbana e rural da capital amazonense. Durante o encontro, foi discutida também a questão da valorização das disciplinas previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), do Ministério da Educação (MEC).

Para o vereador Coronel Gilvandro Mota a contratação é necessária para que os direitos dos professores sejam garantidos. “Além de resolver um problema no sistema de educação que é a falta de profissionais, a contratação dá a possibilidade de oferecer um emprego com garantias a quem hoje está à procura de trabalho. Há professores que estão na informalidade e isso vai ajudá-los a ter uma renda fixa com todos os direitos previstos em lei. Esperamos que pelo menos metade do quadro de reserva do último concurso seja convocado nos próximos meses”, disse o vereador.

Ainda segundo o vereador, todos os esforços serão realizados para atender a demanda. “A Semed deu indicações de que vai se empenhar no pedido, mas precisamos da autorização da Secretaria Municipal de Finanças (Seminf), pois esse processo envolve custos. Além disso, é preciso ainda que a ampliação do quadro seja aprovada por meio de uma lei na Câmara Municipal. Mas tenho certeza que lograremos êxito nessa luta, pois o prefeito Arthur Virgílio Neto vem colocando a educação como prioridade em Manaus e tem uma meta clara que é a nossa cidade ocupar uma posição privilegiada no ranking do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep)”, acrescentou Gilvandro.

O vereador afirma que a educação é instrumento fundamental para desenvolvimento de Manaus. “Somente com educação podemos mudar nossa sociedade, isso é claro. Temos vários exemplos de países que fazem isso. Todo esforço será empreendido para que se possa resolver definitivamente a questão da falta de professor na rede pública municipal e, dessa forma, iremos valorizar essa classe de profissionais, além de utilizar a educação cada vez mais como instrumento de desenvolvimento da sociedade”, declarou.

Esteve presente na reunião a professora Euzeni Araújo, secretária interina da SEMED; a professora Altina, responsável pela lotação dos professores municipais; Thiago, secretário executivo da Semed; membros da Comissão de Educação da CMM (COMED) e representantes dos professores, os senhores Rildo Pantoja, Jeandro Reis e Rodrigo Dias.