O vereador Luizinho Canindé (PDT) disse esta denunciando o prefeito de Maués, Pe. Carlos Góes, por gastar dinheiro público, espalhando na cidade a revista Progresso da Amazônia aonde ele aparece figurando entre os melhores de 2013. “A cidade está largada as traças, essa é a verdadeira realidade que a cidade vive hoje, e não essa impressa na revista em mais de 30 paginas de matérias paga para serem veiculadas”, disparou, afirmando que vai apurar quando o prefeito gastou com a mídia.

De acordo com o parlamentar as matérias veiculadas na revista não passam de uma grande propaganda enganosa. “Para nós que moramos em Maués e sabemos dos problemas que cidade hoje enfrenta, é até um afronto ao cidadão mauesense, o que está impresso nessa revista”, disparou, afirmando que a população não tem emprego, os comércios estão fechando suas portas, a saúde está um verdadeiro caos nada funciona.

O vereador lembra que primeira semana de janeiro uma parturiente de 40 anos faleceu ao chegar a Manaus por pura inoperância da secretaria de saúde local que não encontrou em contato com tempo hábil com a Susam, para providenciar uma ambulância na chegada da vítima ao Aeroclube de Manaus.

Luizinho, disse que a prefeitura se encontra de portas fechadas desde o final do ano passado. “As pessoas vão até a prefeitura em busca de soluções para os problemas de sua comunidade e dão de cara na porta fechada, o prefeito nunca está em Maués”, acrescentou.

A reportagem do Fato Amazônico, entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura de Maués, pelo fone 93×6-8x2x, para falara respeito da denúncia do vereador, mas o telefone chamou muito, mas a assessora não atendeu e nem retornou as ligações.