A vitória do governador eleito do Amazonas, Wilson Lima (PSC), no maior colégio eleitoral do interior do Estado, foi sacramentada por 30.269 votos, correspondente a 65,17% dos votos válidos. O segundo colocado Amazonino Mendes (PDT), obteve 16.177 votos, o que configura 34,83% dos votos válidos. No total, o comparecimento de eleitores em Parintins chegou a 49.176, equivalente a 72,84%.

Em Parintins, a abstenção alcançou a marca de 18.335, o mesmo que 27,16% dos votos não computados. Votos em branco chegaram a apenas 346, correspondente a 0,70%, e foram registrados 2.384 votos nulos, o mesmo que 4,85%.

Wilson Lima teve apoio em Parintins da vereadora Nêga Alencar (PSD), da empresária Márcia Baranda (MDB) e do empresário Dodó Carvalho. Já Amazonino contava com o apoio do prefeito Bi Garcia (PSDB) que fez campanha com sua base aliada de 10 vereadores, secretários e coordenadores.

Para a Presidência da República, Fernando Haddad (PT) derrotou o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), com 38.970 votos, 82,38% dos votos. Bolsonaro teve 8.266 votos, 17,50%. Para presidente, a votação chegou a marca de 47.236 votos válidos.