Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Com a crise do coronavírus, as empresas, principalmente as de menor porte, estão sofrendo com o menor fluxo de caixa. Para sobreviver, pode ser necessário procurar alternativas de capitalização. 

Para ajudar nessa tarefa, confira nesta SpaceDica algumas estratégias que podem ser úteis na hora do aperto.

1. Peer to peer lending

Esta é uma maneira de empresas tomarem empréstimos e uma oportunidade para investidores. Assim, empreendedores podem obter capital de giro a taxas mais acessíveis a partir do empréstimo coletivo. Para quem investe, a rentabilidade também é atraente.

As análises de crédito geralmente são feitas via plataformas online e são finalizadas mais rapidamente do que os empréstimos tradicionais de banco. A modalidade peer to peer lending está disponível para até mesmo para nanoempreendedores, com empréstimos a partir de R$ 500.

2. Permuta multilateral

A permuta multilateral não envolve crédito, mas pode ajudar em momentos de crise, pois consiste na troca de serviços ou produtos entre empresas. Assim, há economia para todos os envolvidos, sem comprometer as operações das companhias. 

Por exemplo: se você tem um restaurante e precisa adaptar seu atendimento para o e-commerce, pode fornecer refeições para uma empresa de TI, em troca de ajuda na digitalização. 

3. Leasing operacional

Parecido com um financiamento, o leasing pode ser uma opção se a sua empresa necessita com urgência de um equipamento, por exemplo, para continuar operando. Você e o banco podem negociar o arrendamento de um bem e, ao final do contrato, ele pode ser seu.

Assim, sua empresa paga uma espécie de aluguel para usufruir de um maquinário, por exemplo, com a possibilidade de compra depois de um período determinado. Além disso, geralmente o leasing apresenta uma prestação menor do que a de um financiamento comum. 

4. Antecipação de recebíveis

Essa espécie de financiamento funciona se sua empresa precisa de capital de giro para contas de curto prazo. Significa receber, antecipadamente, via instituição financeira, o dinheiro de vendas parceladas por meio de cheques, por exemplo. 

Como a companhia desembolsa um capital que de qualquer maneira seria dela, as taxas de juros são menores. Optar por antecipação de recebíveis pode ser mais vantajoso que um empréstimo, pois o empreendedor, já com contratos fechados, tem menor chance de não conseguir pagar a dívida. (SpaceMoney)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •