Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O influenciador digital Abner Pinheiro, de 21 anos, descobriu que não é pai de Apolo Matos Pinheiro, de 1 ano. Em vídeo feito nas redes sociais na terça-feira (31/03), o baiano apareceu abalado ao acusar a ex-mulher, Sthe, de traição.

“Eu sempre soube, véi, das traições. Eu sabia! Mas eu não sabia que meu filho era fruto de uma traição, porra! Meu filho, véi! Apolo não é meu filho, véi. Porra. Desgraça! Olha isso, véi”, disse.

O influencer ainda mostrou um exame de paternidade no qual supostamente comprova que o bebê não é filho dele. “”Os resultados obtidos mostraram que há compatibilidade de vínculo genético entre o Requerente e o Suposto Pai testado nos locos analisados. Portando, podemos concluir que Abner Santos Pinheiro não possui vínculo genético com Apolo Matos Pinheiro”, diz o documento.

Ela contou todo a verdade

Sthe tomou partido e gravou vídeos na função Stories para rebater o ex. Após revelar que ele sempre soube da desconfiança dele não ser o pai, aproveitou e decidiu cobrar dele uma dívida de R$ 85 mil.

Sthe falou que na época eles haviam terminado e ela se relacionou com outro rapaz. Após retomarem o relacionamento, ela contou toda a história, mas ele disse que não precisava fazer teste nenhum, pois já era pai do filho dela.

Na função dos stories, mostrou os prints da conversa que teve com ele e disse que ele está “precisando de dinheiro” e que o posicionamento sobre paternidade seria apenas para ele “ganhar em cima” dela. Na sequência, cobrou do influencer uma suposta dívida que ele tem com ela.

“Tomara que com esse dinheiro que você ganhar você me pague meus R$ 85 mil que está me devendo”, disse.

Polêmica

No início do ano, o casal de influencers havia protagonizado uma polêmica após Sthe descobrir uma traição do rapaz. Ela gravou vídeos no Instagram após flagrá-lo com outra mulher na casa deles. O relacionamento acabou desde então.

Na época, Abner desapareceu das redes e, quando voltou, assumiu o erro e pediu desculpas.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •