Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma adolescente de apenas 13 anos foi uma heroína para sua família na segunda-feira (3/8). Sua casa, no Distrito de Simione, na zona rural de Itanhangá (490 km de Cuiabá), pegou fogo enquanto ela cuidava de seus seis irmãos menores e ela conseguiu salvar cinco, mas a menor, de apenas nove dias de vida, ficou.

A Polícia Militar foi acionada e, quando chegou ao local, encontrou a casa totalmente destruída, restando apenas os destroços.

O pai e a mãe das crianças já estavam no local e vizinhos contaram ter presenciado a casa sendo consumida pelo fogo. As chamas tiveram início no forro da casa e um carregador de celular, que estava ligado na tomada, acabou explodindo durante o incêndio, o que aumentou as chamas.

A adolescente conseguiu tirar cinco irmãos de dentro da casa enquanto as chamas aumentavam, mas a recém-nascida, de apenas nove dias de vida, estava no quarto dos pais, onde a fumaça já havia tomado conta, e ela não conseguiu pegá-la.

Ela pediu ajuda aos vizinhos, que ajudaram a apagar o fogo e, juntos, tentaram retirar a pequena bebê da casa, mas ninguém conseguiu. A adolescente disse à polícia que seus pais haviam saído no momento do acidente e a deixado cuidando dos irmãos, o que foi confirmado pelos pais.

O local foi isolado e a Polícia Judiciária Civil de Tapurah (430 km de Cuiabá) foi acionada para dar início às investigações do caso. As informações são de O Livre.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •