Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A votação desta terça-feira (14), definiu os nomes dos 17 deputados membros da Comissão Especial que vai analisar a questão da admissibilidade do processo de impeachment contra o governador Wilson Lima (PSC) e do vice-governador Carlos Almeida (PTB), na Assembleia Legislativa.

A sessão foi presidida pelo deputado Belarmino Lins (PP), definiu a deputada Alessandra Campêlo, como presidente da Comissão e o deputado Dr. Gomes como relator.

Votação

Na votação para relator, o deputado Dr. Gomes recebeu 10 votos, contra 6 do deputado Fausto Junior. Somente o deputado João Luiz se absteve.

Para votação de presidente da comissão, a deputada Alessandra Campêlo recebeu 9 votos, contra 7 do deputado Felipe Souza. Somente o deputado Saullo Vianna se absteve.

Votaram: Fausto Junior (PRTB); Péricles Nascimento (PSL); Felipe Souza (Patriotas); Therezinha Ruiz (PSDB); João Luiz (Republicanos); Alessandra Campêlo (MDB); Francisco Gomes (PSC); Saullo Vianna (PTB); Belarmino Lins (Progressistas; Alcimar Maciel (PL); Dermilson Chagas (Podemos); Wilker Barreto (Podemos); Roberto Cidade (PSD); Carlinhos Bessa (PV); Adjunto Afonso (PDT); Sinésio Campos (PT); e Joana Darc (PL).

Renúncia

Durante a sessão, o deputado Álvaro Campelo anunciou a renúncia do cargo de vice-líder do governo Wilson Lima, na Aleam.

“Comunica a esta casa e a população que deixo o cargo da vice-governança do governo do Estado e retorno ao Bloco dos Independentes a partir desta data”, informou Álvaro.

Por erro na contagem, definição do presidente da Comissão do Impeachment só sairá na terça (14)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •