Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) divulgou nesta sexta-feira (1º) um vídeo onde o presidente Jair Bolsonaro (PSL) sussurraria em seu ouvido a frase “fecha essa matraca”. O episódio foi narrado por Frota em seu depoimento na CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) das Fake News na quarta-feira (30). Segundo o congressista, o vídeo comprova o episódio.

No vídeo, é possível ouvir a frase cochichada, supostamente de Bolsonaro: “Frota, fecha essa matraca, porra. Puta que o pariu”. Em seguida, o presidente fala mais alto: “Pô, eu quero continuar transando contigo!”.

O deputado diz ainda ter publicado a gravação para atestar a presença da deputada Bia Kicis (PSL-DF) na cena. “Estou postando porque a Bia Kicis disse que não estava no dia e que não tinha visto. Podem conferir ela entre eu e ele ainda prestando atenção na conversa”, escreveu em sua conta no Twitter.

Na quarta-feira, Frota afirmou à CPMI das fake news que o presidente Bolsonaro ligou para ele e reclamou de uma fala sua contra Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho mais velho do presidente. Na ocasião, concordou em abrir seu sigilo telefônico para comprovar a ligação.

“Jair Bolsonaro me ligou reclamando que eu pedi a prisão do Queiroz. E, na sequência, aparece o senador Flávio Bolsonaro que me dá um abraço e fala: ‘Papai ficou chateado com você por você ter se expressado’”, afirmou durante a audiência.

O ex-deputado do PSL disse ainda que a cobrança em relação à fala contra Queiroz continuou. Contou o episódio em que Bolsonaro o teria puxado pelo braço e dito: “Cala essa matraca, porra”, em 1 evento no Palácio do Planalto. (poder 360)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •