Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Será lançado na próxima quinta-feira, 24, no Palácio Rio Branco, no Centro, o livro “1964 na visão do Ministro do Trabalho do presidente João Goulart”. A obra é de autoria de Almino Monteiro Álvares Affonso, membro do Conselho Municipal de Gestão Estratégica da Prefeitura de Manaus.

A obra, que foi lançada recentemente também em São Paulo com sucesso de público, reporta-se ao governo do presidente Goulart e ao Golpe de Estado de 1964, que o derrocou e instaurou o Regime Militar que perdurou 21 anos.

Ainda na introdução, Almino Affonso assinala que embora tenha se valido de pesquisas, a obra é, sobretudo, um depoimento dele próprio que viveu de perto aqueles polêmicos anos como deputado federal (eleito pelo Amazonas) e como ministro do Trabalho e da Previdência Social. Ou seja: ele se detém nos fatos e os analisa com seriedade, mas não é isento.

Ele destaca que o Golpe de Estado, na verdade, não se configurou nos anos 60. Suas causas vinham de longe. Por isso, sua análise inclui os governos de Getúlio Vargas, Café Filho, Juscelino Kubitschek e Jânio Quadros, além do sistema parlamentarista.

No livro, Almino mostra ainda que ao longo de todos esses anos questões da Petrobras e da Eletrobras constituíram temas de relevância política, envolvendo, inclusive, os Estados Unidos.

Almino Afonso engloba ainda em sua obra temas recorrentes dos períodos em análise, que envolvem, por exemplo, a inflação e a dívida externa, em um contexto de análise socioeconômica do Brasil e do mundo, incluindo também greves de trabalhadores, relações diplomáticas e até a Guerra Fria.

O Palácio Rio Branco está localizado na avenida Sete de Setembro, Centro.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •