Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Alunos do 2º e 5º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Cândido Honório, bairro Alvorada, zona Oeste, participaram da Formação em Serviço, promovida pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), nesta quarta-feira, 16. Ao todo, 490 estudantes estiveram na oficina voltada à tecnologia para a Educação.

Na oportunidade, estudantes e professores interagiram com os recursos tecnológicos utilizados pela unidade de ensino durante o ano letivo, como Telecentro, Lego Educacional, Programa Um Computador por Aluno (Pro UCA), Mesas Educacionais E-Block e Lousa Net Bill.

A ação visa qualificar a comunidade escolar e os educadores com o uso dos recursos digitais, oriundo da parceria da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) com a Divisão Distrital Zonal (DDZ) 2 da Semed, que abrange as escolas municipais das zonas Oeste e Centro-Oeste da cidade.

“A DDZ realiza assessoramento na escola, onde observa todos os recursos tecnológicos existentes na unidade e depois o DDPM organiza a formação em serviço. Essa formação acontece na sala de aula, com a presença de um formador de recursos tecnológicos da DDPM, que mostra ao professor como utilizar esse recurso, por meio de uma demonstração prática aos alunos. O educador da sala de aula recebe orientação teórica e prática, para melhorar o rendimento da escola e o processo de aprendizagem”, explicou a coordenadora pedagógica do DDPM, Nereida Bessa.

Com a experiência de 15 anos de trabalho na Gerência de Tecnologia Educacional (GTE) da Semed, a assessora de tecnologia da DDZ 2, Ivana Costa, acompanhou de perto o trabalho realizado pelos seis formadores da DDPM. Ela aproveitou para destacar a importância da formação para comunidade escolar no geral.

“O professor tem que interagir com seu aluno, ou seja, é a troca para que os dois seguimentos juntos tenham uma metodologia. Nós estamos aqui para dar uma luz, para que o educador consiga utilizar os recursos em prol do seu trabalho em sala de aula. A gente tem percebido, quando voltamos na escola, que os professores já estão utilizando os recursos, sem contar a boa parceria do gestor nesse processo de interação para alcançar bons resultados”, comentou.

De acordo com a diretora, Elisangela Brandão, a escola tem alcançado bons resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“No trabalho de gestão da escola, nós entendemos que não é mais possível deixar de trabalhar com os recursos tecnológicos. Hoje, as crianças estão muito ligadas a essa inovação, por isso, a escola recebe essa formação com a finalidade de otimizar o trabalho e elevar o índice de rendimento das turmas. Estamos com o índice muito bom de 5,1 no Ideb, mas nossa meta é chegar em 5,2”, disse.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •