Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Professores e alunos dos Colégios Militares da Polícia Militar (CMPM) do Amazonas têm ‘driblado’ os impactos da paralisação das escolas, por conta das medidas de segurança e prevenção contra o Covid-19, e somado esforços para manter o ensino e aprendizado dos alunos. O acompanhamento e o suporte técnico aos estudantes, nesse tempo, estão colaborando para incentivar os estudantes na rotina das aulas.

Com o apoio do programa do Governo do Estado “Aula em Casa”, os colégios têm realizado a divulgação de roteiros semanais, com atividades e materiais didáticos planejados pelos professores e equipe pedagógica. O “Aula em Casa” é um programa do Governo do Estado para um regime não presencial, que está oportunizando o aprendizado dos alunos, através de vídeo aulas previamente gravadas pelo Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam).  

Nos colégios militares foram definidas estratégias diárias de acompanhamento dessas atividades por meio de atendimento online no aplicativo “Mano”, na plataforma Ava, grupos de Whatsapp e sala Google Classroom, Live e videoconferências, de acordo com o material distribuído. Todos os gestores dos nove Colégios Militares da Polícia Militar (CMPM) têm acompanhado os estudantes que recebem orientações e incentivos para a utilização das ferramentas tecnológicas que auxiliam nos estudos e no envio de atividades para proporcionar interação aos alunos nas redes sociais.

O diretor do Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM III), no bairro Parque São Pedro, Major Idevandro, ressaltou que tem adotado alguns procedimentos para eliminar o problema de acesso à internet dos estudantes. Na escola, a equipe disponibilizou tablets e aparelhos celulares para possibilitar o acesso às aulas e aos conteúdos aos alunos que moram nas proximidades.

Com o uso de equipamentos de proteção, os estudantes vão à escola e se conectam à internet para acompanhar as aulas, baixarem os conteúdos do dia, e assim voltar para casa e estudar o assunto da prova. “Alguns alunos não estavam mantendo contato pelas redes sociais e, por isso, o grupo de pedagogia passou a acompanhar e verificou o motivo. Então fomos pessoalmente à casa dos alunos, onde conversamos com os pais e informamos a importância da participação durante as aulas. São pelo menos seis crianças que moram próximo à escola e que vão até lá para acompanhar as aulas”.

Segundo a diretora do CMPM V, no Parque das Laranjeiras, Tenente-Coronel Jadna, a adesão dos alunos às aulas é expressiva, alcançando um patamar de mais de 85% de frequência. “Esse levantamento é feito através de formulário do google e pelos grupos de interação. Os horários das aulas são definidos por série, segmentos e acontecem nos três turnos: manhã, tarde e noite. As aulas e os conteúdos estão disponibilizados pelos canais da Tv aberta Encontro das Águas, canais do YouTube, Plataforma Ava e aplicativo Mano”.

Sobre o projeto – O “Aula em Casa” faz parte de um forte trabalho de prevenção, controle e contenção de riscos por conta da pandemia causada pelo coronavírus. O projeto permite que os alunos da rede pública assistam às aulas em casa por meio de canais de televisão aberta ou por sites e aplicativos, onde podem, ainda, interagir e tirar dúvidas. O objetivo do Governo do Amazonas e da Prefeitura de Manaus é envolver estudantes, professores e familiares em uma grande rede em prol da educação, dando continuidade ao processo de ensino e aprendizagem com qualidade e, principalmente, segurança.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •