Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em dez meses, o Amazonas conseguiu reduzir as mortes por acidentes no transito ao menor patamar dos últimos seis anos. Os números são reflexo do aumento de fiscalizações e das operações preventivas realizadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e pela Polícia Militar, por meio do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran). No período, foram realizadas mais de 600 operações pelas duas instituições que resultaram em mais de 175 mil veículos fiscalizados.
 
Entre os meses de janeiro e outubro deste ano, foram registrados 242 acidentes de trânsito com vítimas fatais no Estado. O quantitativo representa uma redução de 6,5% em relação ao acumulado dos dez meses de 2018, quando foram registradas 259 mortes.
A redução é o menor índice para os dez meses desde 2013. Naquele ano, o Estado teve 288 mortes. Em 2018, foram 259 mortes nos dez primeiros meses do ano. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).
Mais fiscalizações – Nos dez meses de 2019, houve um crescimento de 120,5% das operações realizadas pelo Detran-AM. As fiscalizações do Departamento de Trânsito ocorreram nos municípios de Presidente Figueiredo, Manacapuru, Rio Preto da Eva, Iranduba, Itacoatiara, Parintins e Tabatinga, por meio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito do Amazonas (Neot) do Detran-AM, em parceria com a Polícia Civil e com o BPTran.
Para o diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, a redução do número de mortes no trânsito mostra o quanto é importante o trabalho que vem sendo realizado pelo órgão. “Estamos nas ruas em intensa integração com as outras forças do sistema de segurança pública para ofertar segurança à população. Foram mais fiscalizações, o que contribui de forma espetacular para a redução no número de acidentes envolvendo vítimas fatais. Acreditamos que é possível diminuir ainda mais esses números e vamos continuar com as fiscalizações para preservar vidas, principalmente, agora neste fim de ano”, afirma o diretor.
Abordagens educativas – Além da ação repressiva, a redução reflete também o trabalho da Gerência de Educação para o Trânsito do Detran-AM. Entre os meses de janeiro a outubro de 2019, mais de 93 mil pessoas foram alcançadas nas 277 ações educativas realizadas em 18 municípios do Amazonas.
BPTran bate recorde de abordagens – Além da redução no número de vítimas fatais e de acidentes de trânsito, as fiscalizações realizadas pelo BPTran, neste ano, também resultaram na apreensão de 350 kg de entorpecentes, quatro armas de fogo e 11 armas e também na recuperação de 12 veículos com restrição de roubo ou furto, além de 26 flagrantes criminais.
Durante as ações, foram abordados 538.319 pessoas, 138.351 carros, 28.821 motocicletas, 6.265 mototáxis, 720 ônibus especiais (rota), 354 micro-ônibus especial e 677 micro-ônibus lotação. Para o comandante do BPTran, tenente-coronel Nero, essa redução é um reflexo das mais de 400 operações de fiscalização de trânsito em vias com maior incidência. “Temos um departamento de geoestatística que nos repassa as vias de maior incidência de acidentes de trânsito de um modo geral. São separados cinco logradouros com maior incidência e, nesses locais, são feitos pontos de visibilidade e fiscalização, bem como barreiras policiais. Dessa forma, a Polícia Militar conseguiu diminuir o número de acidentes”, disse.
O comandante acrescentou que a avenida Torquato Tapajós, que antes era a via onde ocorria mais acidentes, já dá sinais de um trânsito mais seguro. “Em Manaus, a avenida Torquato Tapajós era a que mais ocorria acidentes de trânsito, por isso montamos um esquema de ações, com barreiras policiais e fiscalização, que deram certo. Agora, a realidade é outra”.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •