Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonastur (Amazonastur), Roselene Medeiros, anunciou, na sexta-feira (22/11), em visita ao município de Parintins (a 396 quilômetros de Manaus), que a Ilha Tupinambarana ganhará um Museu do Boi Bumbá, nos próximos anos.  
Em entrevista ao programa Caldeirada, da Rádio Tiradentes de Parintins, Roselene informou que a construção do museu se dará por meio de uma emenda da bancada amazonense no Congresso Nacional no valor de R$ 12,5 milhões. O Complexo Cultural do Boi Bumbá do Médio Amazonas e Parintins são considerados Patrimônio Cultural do Brasil.
“O senador Omar Aziz nos presenteou com essa emenda. A nossa equipe técnica criou o projeto, mas vamos contratar especialistas, como museólogos, arquitetos, engenheiros, para fazer parte dessa construção. Como será o funcionamento do museu, a disposição das peças, isso terá a participação diretamente dos parintinenses”, frisou a presidente Roselene, ressaltando que “a expectativa é implantar a pedra fundamental do Museu dos Bois, em 2020”.
Roselene também anunciou que outra emenda parlamentar no valor de R$ 1,3 milhão proposta pelo senador Eduardo Braga vai contemplar a infraestrutura turística da região da Serra da Valéria, que atrai milhares de turistas de cruzeiro anualmente.
“A Serra da Valéria é parada dos cruzeiros que navegam pelo Amazonas. Então, vamos realizar ações para melhorar a infraestrutura da comunidade para que os moradores possam receber bem os visitantes”, disse a presidente.
Mais emenda – A Amazonastur assegurou o recurso de R$ 350 mil, por meio de emenda do senador Plínio Valério, para a realização de obras na infraestrutura turística das comunidades indígenas Tatuyo, Cipia, Tuyuca e Diakuru, nas Reservas de Desenvolvimento Sustentável Puranga Conquista e Tupé, respectivamente.  
Os recursos serão executados em convênio com o Ministério do Turismo e estão previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA 2020).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •