Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-governador Amazonino Mendes(Podemos) foi oficializado nesta quarta-feira, 16, em convenção do partido, candidato à Prefeitura de Manaus. Wilker Barreto presidente do Podemos, também foi confirmado na chapa majoritária como candidato a vice-prefeito.

Apontado pelas pesquisas de intenção de votos como o preferido do eleitor manauara nas eleições deste ano, Amazonino Mendes abandonou o discurso demagógico eleitoreiro de véspera de eleição por algo bem mais apropriado a sua imagem de líder político: um desabafo.

Num breve discurso, o “velho comunista”, filho das barrancas de Eirunepé, foi incisivo e sem meias palavras disse que não está atrás de honraria, que já foi governador do Amazonas quatro vezes, que não está atrás de dinheiro, e que se quisesse estaria milionário.

Introspectivo, mas sem esconder revolta e mágoa à vilania ultrajante dos que desprezam o jogo pacífico e democrático da disputa, Amazonino lembrou que não é com odio e mentira que se constrói uma sociedade mais justa.

“Dizem que estou com o pé na cova. Eu sei quem faz isso. Infelizmente, trata-se de alguém que conheço, que já esteve ao meu lado. Hoje tenho pena dele, aquele que se tornou uma usina de maldade desse governo”, disse Amazonino.

“Tem gente que foi governador por quatro meses, e acha que é o salvador da pátria, mas essa pessoa não fez nada, não mostrou nada, só foi alguém que caiu do nada no comando do governo”, completou .


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •