Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Agência Brasil | Nesta semana, policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de São Paulo conseguiram localizar partes de ambulância que pode ter sido utilizada pelos criminososo no roubo de 718,9 kg de ouro do terminal de cargas do Aeroporto Internacional Franco Montoro, em Guarulhos, na última quinta-feira (25).

As peças foram encontradas abandonadas em um matagal na zona rural do município de Ferraz de Vasconcelos e passarão por perícia. Por meio de nota, o Deic explica que “os trabalhos de apuração prosseguem para identificar os integrantes da quadrilha”. Segundo informações da polícia, ao menos dez pessoas participaram do crime.

A Justiça prorrogou, nessa quinta-feira (1), as prisões temporárias dos três suspeitos de participação. Três deles foram presos no último domingo (28) e o terceiro foi detido em flagrante com munição e um carregador de fuzil. De acordo com a polícia, foi ele que ofereceu apoio logístico para passar a carga roubada dos carros usados no assalto para outros veículos.

O assalto

O grupo chegou ao aeroporto por volta das 14h30 da última quinta-feira, em dois carros disfarçados de viaturas da Polícia Federal. Fortemente armados, renderam os funcionários que faziam a manipulação da carga e os obrigaram a transferir o ouro para uma das caminhonetes. A entrada dos ladrões foi facilitada pelo supervisor de logística que afirma ter sido rendido na noite anterior.

O metal, dividido em 31 malotes, tinha como destino Nova York, nos Estados Unidos, e Toronto, no Canadá.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •