Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – De maneira extraordinária, o Conselho Deliberativo do Corinthians se reuniu no Parque São Jorge na noite desta segunda-feira. Durante o encontro, Andrés Sanchez, presidente do clube, confirmou aos presentes um acordo com a Odebrecht para reduzir significativamente a dívida da Arena.

Responsável pela construção do estádio de Itaquera, a Odebrecht entendia que deveria receber do clube um total de R$ 1,030 bilhão. Segundo informação repassada por Andrés Sanchez aos conselheiros, com o acordo, o clube reduz a dívida para aproximadamente R$ 130 milhões.

A ideia do Corinthians para reduzir a dívida consiste em repassar os CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) à Odebrecht e descontar os compromissos não cumpridos pela construtora. O documento que formaliza o acordo entre as partes deve ser devidamente oficializado nos próximos dias.

Na reunião, Sanchez esclareceu ainda que o Corinthians deve R$ 470 milhões ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), valor que vem sendo pago com a renda dos jogos. No total, portanto, a dívida em torno da arena de Itaquera, ainda sem os esperados naming rights, gira em torno de R$ 600 milhões.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •