Foi uma conversa entre Mari Gonzalez e Felipe Prior.
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No BBB20 (Big Brother Brasil 20), uma conversa entre Mari Gonzalez e Felipe Prior sobre zoofilia repercutiu na internet ao longo do fim de semana. Tanto que o delegado e deputado estadual Bruno Lima (PSL-SP), de São Paulo, afirmou que pretende acionar o Ministério Público do Rio de Janeiro para apurar o diálogo. As informações são de Metrópoles.

“Após esse triste episódio do BBB20, em que batem um papo sobre zoofilia, nossa equipe está estudando as medidas legais do que podemos fazer para não ficarmos só na teoria. Provavelmente vamos fazer uma representação no Ministério Público do Rio de Janeiro para apurarem os fatos. Zoofilia é crime, não é normal. Queria vê-los fazendo resgate de animal estuprado e falarem que é normal”, disse Lima no Instagram.

O post foi excluído pelas políticas de conduta do Instagram, mas o deputado voltou a debater o assunto em sua conta na rede social. “Zoofilia jamais será normal”, escreveu. “Não podemos deixar que esse assunto entre no esquecimento”, alertou.

A conversa

No BBB20, Mari afirmou que existe gente que “sente tesão” por animais. Segundo ela, “está tudo bem se quiserem” ter relações sexuais com bichos.

Felipe relatou um caso de zoofilia de que ouviu falar. “Os peões da obra em que trabalho já falaram que no Nordeste isso (zoofilia) é normal. O meu funcionário comia cabra. Ele conta”, narrou Prior.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •