Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – Helinho começou 2020 com tudo. Autor de dois gols na goleada do São Paulo sobre a Caldense por 6 a 1, no domingo, em jogo-treino realizado em Cotia, o jovem revelado pelas categorias de base do Tricolor parece determinado a agarrar as oportunidades dadas pelo técnico Fernando Diniz neste início de ano.

Promovido ao profissional em 2018, Helinho chegou no CT da Barra Funda como uma grande promessa. Durante toda a sua trajetória nas categorias de base do clube, o atacante era considerado uma verdadeira joia a ser lapidada e, logo em sua estreia no time profissional, mostrou o porquê de contar com esse importante status.

A estreia de Helinho aconteceu na 32ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2018. Acionado no intervalo na vaga de Anderson Martins, o atacante precisou de cinco minutos para estufar as redes com um lindo chute de longa distância. Com o sucesso tão precoce, ele rapidamente gerou expectativas ainda maiores por parte da torcida, mas acabou não conseguindo responder à altura.

Em 2019, Helinho viu jogadores que chegaram ao profissional depois terem mais sucesso no time profissional. Antony e Igor Gomes, por exemplo, conquistaram a titularidade com tão pouca idade, enquanto ele seguia lutando por um lugar no time. Sem conseguir entregar o esperado, o atacante passou a ter o banco de reservas como uma realidade praticamente imutável. Por isso, com a chegada de Fernando Diniz e uma nova temporada se iniciando, o jovem quer recuperar o futebol que um dia o fez despontar como grande promessa.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •