Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Após receber críticas nas redes sociais, o novo ministro da Educação, Milton Ribeiro, deletou o vídeo em que defende rigor na educação das crianças, para que elas “sintam dor“.

Em vídeo chamado “A Vara da Disciplina”, publicado no canal da Igreja Presbiteriana Jardim da Oração há cerca de quatro anos, ele afirma que é preciso “deixar marcas” nos filhos.

“Não dá para argumentar de igual para igual com criança, senão ela deixa de ser criança. Deve haver rigor, severidade. Vou dar um passo a mais, talvez algumas mães até fiquem com raiva de mim: deve sentir dor”, declara o pastor”, defende.

“A vara da disciplina não pode ser afastada da nossa casa”, diz ainda. O novo ministro também retirou do YouTube a gravação em que dizia que o pai tem que impor à família a sua vontade.

Nomeado nesta sexta-feira como ministro da Educação, o reverendo afirmou que iria “engrandecer o nome de Deus”, em junho de 2019, logo após assumir função pública na Comissão de Ética Pública da Presidência.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •