Raphael Távora no destaque
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Raphael Rodrigo de Oliveira Távora, de 35 anos, foi vítima fatal de um acidente de trânsito na manhã do dia 23 de Maio, quando se deslocava para o trabalho. Por volta das 5h, ele foi atingido por um veículo dirigido por Washington Vaz Guimarães, de 24 anos; que segundo o Boletim de Ocorrência e o teste do bafômetro, estava visivelmente embriagado. O acidente ocorreu na Av. Coronel Taborda de Miranda, no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

Segundo familiares da vítima, o condutor do carro estava fugindo de outro acidente de trânsito, quando colidiu com a motocicleta de Raphael. Também afirmam que Washington estava vindo de uma festa na madrugada – o que é proibido devido o período de quarentena – e que havia vestígios de drogas dentro do veículo.

Após ser encaminhado à delegacia, Washington ficou detido por 8 dias e foi solto no último sábado (30/05), alegando seu advogado que o mesmo não poderia ficar sob custódia por causa do risco de contaminação do Covid-19.

Mesmo após ser internado e lutar para viver, Raphael Rodrigo foi a óbito devido as múltiplas fraturas e traumatismo craniano no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, Zona Leste de Manaus. Ele deixa esposa e três filhos.

Familiares da vítima estão revoltadas com a soltura de Washington e pedem justiça já que em 02/02/2018 entrou em vigor uma mudança na legislação de trânsito brasileira, que prometia mais rigor para motoristas que bebem, dirigem e causam acidentes que terminem com morte ou lesão corporal grave. Com contribuição de A Notícia do AM.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •