Ozônioterapia retal
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Após sugerir o tratamento para a Covid-19 com aplicação de ozônio por via retal, o prefeito de Itajaí (SC), Volnei Morastoni (MDB), defendeu o uso da cloroquina aos doentes pelo novo coronavírus. O político gerou polêmica nas redes sociais ao sugerir o método para usar em pacientes infectados com o novo coronavírus. Com informações de Metrópoles.

Morastoni disse durante transmissão ao vivo pelas redes sociais na última sexta-feira (14/8) que vai incentivar o uso de cloroquina no tratamento.

O prefeito ressaltou que a indicação do medicamento fica a critério do médico. Na mesma data, o ministro interino da Saúde Eduardo Pazuello anunciou que os estoques do remédio estavam zerados.

Antes de indicar a aplicação de ozônio no ânus e o uso da cloroquina, a prefeitura havia recomendado homeopatia e remédio antiparasitário (ivermectina).

Em 12 de agosto, Morastoni anunciou que não mais incentivaria a ozonioterapia no combate ao novo coronavírus. Ele explicou que vai aguardar a autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) para iniciar pesquisa com uso de ozônio em pacientes com Covid-19.

Até agora, Itajaí registra 4,3 mil casos da doença e 136 mortes provocadas pelo novo coronavírus.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •