Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A equipe da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) anunciou, na manhã deste domingo (31), pelo Twitter, que a parlamentar passou mal e, por isso, não comparecerá às manifestações contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e em apoio a Jair Bolsonaro em Brasília.

O anúncio veio após Zambelli ter se tornado alvo de seus colegas da milícia digital bolsonarista por ter se colocado contra as manifestações.

“Amanhã não há manifestação prevista e JÁ ADIANTO q a extrema imprensa tentará comprar o ato de domingo passado c a possível presença de apoiadores no Planalto amanhã”, havia dito, a princípio, a deputada.

A postagem gerou revolta no blogueiro Allan dos Santos, que atacou a parlamentar: “Carla Zambelli dizendo que amanhã não haverá manifestação. Sim, os ônibus de todo Brasil estão aqui para fazer um tour na esplanada. Eu vou, nem que seja para ficar sozinho”, escreveu no Twitter o blogueiro Allan dos Santos, um dos investigados no inquérito das fake news. O lema do protesto seria “Acabou, porra”, em razão da investida de Bolsonaro contra o STF.

O tuíte do blogueiro motivou uma série de outros ataques à deputada que, pressionada, voltou atrás e confirmou as manifestações, dizendo que, na verdade, não concordava com o fato de não haver unificação entre os diversos atos marcados, mas ponderando que apoia os protestos.

“Mal entendidos entre a direita não deveriam acontecer”, disse Zambelli em vídeo antes de anunciar que não participaria mais da manifestação por estar sentindo-se mal.

Segundo a parlamentar, ela estaria com uma crise de fibromialgia.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •