Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Vereador da cidade de Belém e apresentador do programa policial Metendo Bronca, da RBATV, afiliada da Band no Pará, Joaquim Campos foi demitido da emissora na quinta-feira (20) depois de se unir ao coro de detratores e ofender a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de São Paulo.

Em um discurso na Câmara de Vereadores de Belém na última quarta (19), Joaquim Campos repetiu a notícia falsa de que Patrícia queria sexo para conseguir informações contra o presidente Jair Bolsonaro sobre disparo de mensagens de Whatsapp e fake news nas eleições de 2018.

Joaquim pediu a palavra durante o discurso de outro vereador e fez insinuações sexuais contra Patrícia, chamando a jornalista de “vagabunda”, reafirmando seus pensamentos em rede social: “Não concordo que trocar informações por sexo seja jornalismo”, disse o vereador. A fala rapidamente foi criticada pelos seus colegas e viralizou.

O governador do Pará, Hélder Barbalho, pediu sua demissão da emissora o quanto antes na noite desta última quarta. A família Barbalho é dona da RBATV/Band, a melhor emissora da rede em faturamento e audiência.

RBATV soltou um comunicado afirmando que discorda das opiniões de Joaquim Campos e que ele será demitido do programa Metendo Bronca.

O Podemos, partido de Joaquim Campos, também afirmou, em nota enviada para o conselho de ética do partido, um ofício pedindo a investigação do apresentador por quebra de decoro parlamentar.

Comunicado da emissora

Em relação aos comentários do vereador Joaquim Campos (Podemos), no plenário da Câmara Municipal de Belém, na manhã da quarta-feira (19/02), a Rede Brasil Amazônia de Comunicação tem a registrar o seguinte:

  1. O vereador também é apresentador de programas de televisão da emissora há mais de 10 anos. As palavras do parlamentar não representam, em momento algum, a linha editorial adotada pela RBATV;
  2. A RBA de Comunicacão repudia atitudes e manifestações ofensivas, preconceituosas e de misoginia, que venham a ferir a dignidade humana e a honra das pessoas e tomou a decisão de afastar o apresentador de suas funções na emissora;
  3. A RBA tem se pautado por um jornalismo sério, pelo pluralismo de idéias, pensamentos e o respeito às posições políticas e ideológicas de todos os segmentos sociais;

Comunicado do Podemos

“Nota Oficial do Podemos Pará

Sobre o caso do Vereador Joaquim Campos

Esclarecemos em caráter irrevogável que o Podemos não tolera qualquer tipo de preconceito, agressão e violência contra as mulheres.

Desta forma:

1- Prestamos total solidariedade a jornalista da Folha de São Paulo Patrícia Campos Mello, além da Vereadora de Belém Nazaré Lima, ambas atacadas covardemente pelo Vereador Joaquim Campos durante a sessão no Plenário da Câmara Municipal de Belém nesta quarta-feira.

2- Diante do fato ocorrido, tomando conhecimento de que o mesmo ainda está filiado ao Partido, e, não existindo condições da permanência do filiado nos quadros do Podemos, a Direção Estadual, por unanimidade, encaminhou pelo acionamento do referido vereador no conselho de ética, iniciando assim, o processo de expulsão.

3- Nascemos como partido sustentado por ideais democráticos. Atitudes como essa não serão toleradas, o Podemos é defensor intransigente do respeito e dos direitos.

Deputado Estadual Igor Normando – Presidente do Podemos – Pará”

Revista Fórum


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •