Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O futebol da Argélia tirou um peso das costas no Beira-Rio. A equipe africana encerrou neste domingo um jejum de 32 anos sem vitórias em Copas do Mundo, admitido como obsessão, ao superar a Coreia do Sul por 4 a 2, no Beira-Rio. Slimani, Halliche, Djabou e Brahimi foram os heróis de sua seleção, que havia triunfado pela última vez na edição de 1982, sobre o Chile.

De lá para cá, foram sete jogos, com três empates e quatro derrotas. Também foi a primeira vez que um time da África marcou quatro gols em um só jogo na história do torneio. Son Heung Min e Koo Ja Cheol descontaram para os coreanos.

Com uma de suas tarefas no Mundial cumprida, agora a Argélia sonha com a inédita classificação para as oitavas de final. Para que isso se concretize, um empate diante da Rússia pode ser o suficiente, uma vez que os argelinos têm três gols de diferença no saldo para os coreanos, que pegam a líder e já classificada Bélgica.

Argélia e Rússia se enfrentam na Arena da Baixada, em Curitiba, enquanto Coreia do Sul e Bélgica jogam na Arena Corinthians, em São Paulo. As duas partidas serão realizadas na próxima quinta-feira, às 17h (de Brasília).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •