Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB) criticou neste domingo, 06, a falta de limite daqueles que criticam com o mero objetivo de ofender.

Arthur Neto declarou ficar espantado não só com a bravata mas, sobretudo, com a “nova” prática de fazer política, que exclui o debate e o confronto de ideiais, segundo ele, práticas indispensáveis nas democracias modernas.

Conforme lembrou o prefeito, durante anos, na condição de senador, foi o principal opositor do governo Lula e que, nem por isso, nunca atacou a família do presidente. “Existia um limite, existia o respeito. Minha família, também, nunca foi atacada por Lula”, afirma.

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •