Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Brasil é mesmo um país abençoado por Deus. Possui fauna e flora riquíssima em diversidade biológica. Temos aqui as mais belas paisagens: rios, lagos, praias, montanhas. Seres vivos de todas as espécies: aves, repetes, peixes. Minerais e terras férteis, “onde se plantando tudo dar”. Um verdadeiro paraíso na terra.

Temos também um povo crente. Um povo que acredita que Deus conhece perfeitamente todas as coisas e que comanda à nossa vida. Que o mundo não foi feito por acaso e, sim por Deus, que é a própria razão de tudo. Segundo São Tomás de Aquino, “as coisas naturais são o meio caminho entre o conhecimento de Deus e o nosso, pois recebemos o conhecimento das coisas naturais, das quais Deus, pelo seu conhecimento, é a causa inicial e final”.

Contudo, nesse país de beleza singularíssima e de um povo crente sem igual no mundo, ainda encontramos pessoas que não possui o mínimo necessário para sobreviver. Como podemos viver felizes em nossas igrejas, casas, apartamentos, sítios, fazendas, se a maioria dos nossos irmãos não têm um teto para morar? Acaso a nossa felicidade pode ser completa se nesse país há tanta gente passando fome?

Dentre as características mais marcante do povo brasileiro encontram-se a generosidade e a compaixão, qualidades que resplandecem com brilho inigualável entre os mais necessitados. É impressionante observar que quanto mais humilde é a pessoa, mas ela é generosa. Parece que a essência do pobre é mesmo ser solidário. Exemplos não nos faltam. Será que a compaixão que o pobre sente pelo outro pode ser explicada pela forma como ele leva à vida?

No seu discurso sobre as Bem-aventuranças, Jesus Cristo apresenta o verdadeiro caminho da felicidade humana. Diz Ele: “Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. Bem-aventurados os humildes, porque herdarão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus. Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus” (Mateus 5:3-9).

É verdade que não podemos “romantizar” a pobreza. No entanto, tenho a mais absoluta certeza de que a maioria dos que vivem abaixo da linha da pobreza no Brasil de hoje é porque não tiveram acesso aos bens materiais que lhes foram negados. Educação, saúde, trabalho, segurança, moradia, transporte, etc., são direitos que devem ser disponibilizados para todos, e não apenas para alguns. É inaceitável que somente alguns cidadãos sejam contemplados com esses direitos. Afinal, somos ou não somos todos iguais perante a lei?

Talvez a maior alegria do povo brasileiro seja mesmo quando ele for tratado como cidadão. Apenas para recordar, “cidadão é a pessoa que mora na cidade e que tem direitos e deveres”. Tem maior alegria para um cidadão quando recebe de volta os impostos que paga? Receber de volta o imposto pago significa ter escola de qualidade, posto de saúde, remédio, segurança, etc. Para onde está indo o dinheiro dos impostos que pagamos?

Por fim, penso que à felicidade do povo brasileiro só será completa quando os homens públicos começarem a cuidar da República como bem de todos, e não apenas de alguns. Infelizmente muitos dos que entram para o serviço público atualmente não pensam no bem comum, prestar um bom serviço à população, pensam apenas no próprio bolso, em fazer fortuna. Vereadores, prefeitos, deputados, senadores, governadores, juízes, desembargadores, auditores, reitores, delegados, etc., são os agentes públicos que mais acumulam riquezas nesse país. Até quando vamos continuar sustentando esses marajás?

Luís Lemos

Filósofo, professor universitário e palestrante. Autor dos livros: O primeiro olhar – A filosofia em contos amazônicos (2011), O homem religioso – A jornada do ser humano em busca de Deus (2016); Jesus e Ajuricaba na Terra das Amazonas: Histórias do Universo Amazônico (2019). E-mail: [email protected] | Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC94twozt0uRyw9o63PUpJHg


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •