Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na tarde da quarta-feira (29), a casa do presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givancir de Oliveira, foi alvo de assaltantes. E segundo burburinhos no município do Iranduba, onde fica a residência, esse assalto foi fruto das inúmeras ameaças de morte que ele tem recebido.

Fora de Manaus enquanto espera a “poeira baixar”, quem se pronunciou sobre o assunto foi a ex-vereadora Geini Oliveira: “Antes do roubo, os ladrões perguntaram pelo Givancir e pela arma que ele possuía e deixaram escapar o nome de uma pessoa, um político influente da cidade de Iranduba”, completou.

Ameaças de Morte

Pré-candidato a prefeito de Iranduba, Givancir vem sendo ameaçado de morte há dias e nesta semana, surgiram rumores na cidade que estavam tentando matá-lo. Sabendo do risco que corria, Geini Oliveira afirmou que ele fez uma viagem relâmpago a Belém e Fortaleza.

O nome do suspeito no envolvimento do assalto e também, um dos autores das ameaça de morte, não foi divulgado, mas já é do conhecimento dos policiais que investigam o caso. “Tem várias suspeitas, os ladrões, segundo a empregada doméstica, chegaram falando em nome de autoridade, disse a ex-vereadora.

Envolvimento político

O presidente dos rodoviários, Givancir de Oliveira, também é apresentador de um programa de rádio chamado “Conexão Trabalhador”; no programa ele tem realizado inúmeras denúncias da situação que se encontra o município de Iranduba, o que tem incomodado apoiadores do atual prefeito, Chico Doido (DEM).

Geini é pré-candidata a vereadora e ambos estão sendo ameaçado de morte. Em entrevista para o Correio da Amazônia, ela afirmou que continuarão denunciando as mazelas do prefeito e independente do que aconteceu, vão disputar as eleições municipais desse ano, para vereador e prefeito de Iranduba.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •