Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A obra tida como um “thriller psicológico de suspense”, de acordo com o diretor Maurício Eça, relata a história do assassinato do casal Manfred e Marísia von Richthofen, mortos pela filha Suzane von Richthofen, seu então namorado, Daniel Cravinhos e o irmão, Christian Cravinhos. O filme tem estreia para abril deste ano e tem gerado inúmeros comentários nas redes sociais.

Suzane será interpretada pela atriz Carla Diaz e Daniel Cravinhos, pelo ator manauara Leonardo Bittencourt, 25 anos. Ele foi revelado na novela “Malhação: Vidas Brasileiras” no papel de Hugo e já contracenou com Carla Diaz.

O primeiro trailer foi divulgado na segunda-feira (3) e demonstra trechos de A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais, serão dois filmes, com dois pontos de vistas dos envolvidos no crime cometido em outubro de 2002.

Cenas do filme

Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, o diretor declarou em julho de 2018, que seu objetivo era explorar as motivações por trás do crime e entender a mente dos assassinos. “O filme traz um tema que muita gente conhece e tem ideias pré-concebidas, mas as pessoas não sabem o mais importante, que é o motivo que levou a filha e seu namorado a matarem seus pais.”, disse.

 

Os dois filmes chegam às salas de cinema no dia 2 de abril. Confira o trailer abaixo:

Suzane foi condenada a 39 anos e 6 meses de prisão pela Justiça, após o assassinato dos pais. Os irmãos Daniel e Christian Cravinhos também foram julgados culpados.

Em sua conta do instagram, Leonardo Bittencourt aproveitou o carinho dos fãs e fez alguns esclarecimentos, sobre: o fato de ser dois filmes (separados), com o mesmo elenco e sobre os custos de produção para o filme. Assista:


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •